quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Mundo Abstrato I - Música


Música


A música é um refúgio, um mundo à parte, um lugar só seu. Um mergulho profundo.
Quando nos deixamos levar pela música, é a mesma sensação de um mergulho em águas profundas... Nada ao redor importa: É você e a música e nada mais. Percebo que algumas letras falam muito de mim, como se o autor tivesse me conhecido antes de escrevê-las. Talvez seja porque todos nós, perdidos nesta imensidão de mundo, somos na verdade muito iguais...Algumas melodias são tão intensas que, apesar de não conhecer a letra, me tocam profundamente.
No geral, as pessoas não costumar observar os outros pelas músicas que elas gostam de ouvir, pelo som que elas se emocionam e se entregam. Talvez se a gente observasse as pessoas, pelas suas músicas preferidas, até conhecesse mais o "eu" de cada um e pudéssemos evitar tantos mal-entendidos, equívocos e incompreensões.Meu avô, José Romão, que fez a "viagem" aos 100 anos e 08 meses, perdeu a visão nos seus últimos anos aqui na terra, mas, jamais perdeu a audição. As vezes eu o flagrava sorrindo sozinho e seus dedos produziam sons na parede ao lado da "cadeira-de-balanço". Ele ouvia a Filarmônica tocar e para ele, isso já bastava; isso já era tudo.

Anna Jailma - jornalista

Nenhum comentário: