sábado, 29 de dezembro de 2007

Que 2008 venha com paz e saúde!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Em São João do Sabugi, tornou-se tradicional a comemoração na Igreja Matriz de São João Batista, na chegada do Ano-Novo. Os sabugienses permanecem no adro da Igreja Matriz, reunidos à espera do ano "novinho em folha", prestes a chegar. Alguns vestidos de branco, outros com champagne, todos com semblante renovado, riso cheio de esperança e crença num recomeço alegre, com ano de inverno, paz e saúde para todos. Quando a contagem regressiva chega ao final, anunciando a chegada do novo ano, uma chuva de fogos alegra o céu e a Filarmônica Honório Maciel faz um verdadeiro estrondo de acordes alegres, enquanto o povo se abraça, se confraterniza, dança, festeja!
Que Deus e Maria, Mãe de Deus, nos abençoe com um 2008 de paz e saúde. Que as dificuldades ultrapassadas em 2007 deixem, em cada um de nós, uma lição de fortalecimento na fé e que com o passar dos anos, nossos corações sejam renovados com mais amor, esperança e presença do Menino Jesus.
Como a champagne é bebida oficial do Reveillon, por mera curiosidade, deixamos aqui uma resumida informação sobre este "vinho espumante": O champagne ou champanhe é um vinho branco espumante mundialmente conhecido e produzido na região de Champagne-Ardenne, no Nordeste da França, cuja capital é Epernay através da fermentação da uva (uma espécie ou várias, de uva). Foi próximo a Epernay, no povoado de Hautvillers, que os monges Don Perignon e Don Ruinart, se esforçaram muito para domar os vinhos que fermentavam novamente na garrafa. Costumam classificá-lo como o "Rei dos Vinhos" e é produzido através da fermentação da uva (uma ou várias espécies de uva). Não há habitualmente celebração de vulto em que o champanhe não esteja presente, tendo tornado-se o vinho das festas; por excelência - (Fonte Wikipédia).
Um lindo Ano-Novo para todos nós!
Anna Jailma - jornalista e blogueira

Música da terra

Galopante

Ouvi o canto da nambu ecoar na terra
Taquari no pé da serra nasce como gente nu.
Soltei meu verso no galope dessa rima
Pra subir de serra acima
E descansar no mulungu.
De cima da serra avistei minha cidade
Cheia de felicidade como a flor do matury.
Saí correndo pela chã da ribanceira
Pra ver se dessa carreira eu visitava o Sabugi.
Bebi na literatura na fonte da travessia
Tomei sangue de poeta pra regar minha poesia.
Afinei minha viola pelo canto do sabiá
Pra poder assim cantar tudo que aprendi aqui
Ó mãe eu vou pra lá, Ó mãe me deixa ir,
Ó mãe eu vou morar em São João do Sabugi.
Ó mãe, oh! Que saudade, daqui eu tenho dó.
Ó mãe eu volto logo pro sertão de Caicó.
Ouvi cantar a seriema no serrado da caatinga
Bebi água da cacimba onde canta a juriti.
Sai por dentro sem perder de tino a veia
Andei mais de légua e meia pra chegar no Sabugi.
Asa branca cantou no ramo da catingueira
Choveu lá na cabeceira, trovejou do lado sul.
Ouvi o ronco do trovão preparou-se a natureza
Foi um sinal de beleza da flor do mandacaru.
Bem-te-vi cantou alegre quando me viu na estrada
Já bem perto da chegada jaçanã cantou também.
Fui recebido entre cantos e sonatas
Nos juremás dessas matas da terra que eu quero bem.
Sabiá na oiticica não cantou fora de hora
Eu puxei minha viola no refrão eu respondi.
Estou chegando eu sou filho dessa terra
Que fica no pé da serra de São João do Sabugi.


* Galopante é composição de Geraldo Anízio, que reside em Roraima; mas ele promete que em 2008 virá na terra sabugiense cantar e encantar com suas composições. Aguardamos com olhos, ouvidos e abraços abertos!


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Despedida

Foto (albúm de família): tio Chagas Úrsula, nosso garimpeiro.
Em 27 de dezembro, tio Chagas Úrsula partiu para a Casa do Pai. Sua história de vida é entrelaçada com a Mina Quixeré. Ele é o menino que estava com tia Mariêta pastoreando cabras, quando ela percebeu o brilho diferente da sheelita no solo árido do Quixeré, dando início a uma época de garimpo e prosperidade na região, na década de 40. Acompanhou a chegada e a despedida da exploração de minério. Foi um dos principais colaboradores, em entrevistas, para a realização do livro Quixeré, de autoria da pedagoga Djanira Medeiros.
Nasceu em Santa Luzia, PB, terra de sua mãe Francisca Catarina, mas foi no Quixeré que ele viveu a infância, juventude, casou, constituiu família, foi garimpeiro e agricultor, fincou os pés e a alma. Trabalho e família são as palavras que mais traduzem sua vivência aqui na terra. Criou três filhos responsáveis, batalhadores e apaixonados pelo Quixeré tanto quanto ele. Sua “Chicó”, foi sua eterna namorada; com quem ele dançava forró pé-de-serra nas festas juninas.
Quando relembro tio Chagas, lembro-me dele passando com o gado, que não era muito, ou no sol escaldante do meio-dia indo do roçado para casa. Na segunda-feira, sua visita na minha casa era tradicional: “comadre Ermita, tem um cafezinho?”. E na mesa ele sentava, com um ar sereno, e começava a conversar com meu pai sobre o que mais gostavam: a vida no sítio.
Nos últimos anos, devido a doença de Alzheimer, tio Chagas vivia num mundo à parte, com o pensamento aparentemente distante ou inexistente. Partiu como a Mina Quixeré: deixando rastros de saudade.
Anna Jailma - jornalista e blogueira

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Mensagem de Natal!

Foto (Antônio Medeiros): eu, desejando-lhe Feliz Natal e Feliz Ano Novo


É Natal e aqui venho deixar uma mensagem especial a todos que passam por aqui, em especial aos sabugienses de coração; aqueles que se emocionam com a Serra do Mulungu e com os acordes da Filarmônica Honório Maciel, que ficam alegres com as notícias de chuva na terra sabugiense e que sentem vontade de chegar voando em cada festa da Terra de São João Batista.
À todos vocês, desejo um Natal iluminado e abençoado pelo Menino Deus! Que os corações permaneçam repletos de bons sentimentos como amor, humildade, serenidade, fé, esperanças e muita paz. Que o Menino Jesus, a doce Mãe de Deus e nosso Deus, Pai, nos fortaleça para alcançar nossos objetivos; nos dando saúde e paz por todo o Ano que se aproxima, fazendo com que possamos partilhar muitas alegrias e grandiosas realizações com toda a família e todos os amigos, nos novos dias.
Que venha um novo tempo, tempo de amor, paz e saúde!



Anna Jailma - jornalista e blogueira

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Comerciantes de São João e Ipueira reúnem-se neste sábado

Sábado, dia 15, haverá lançamento do Programa de Gestão Financeira para empresas – ASTECON, promovido pelo contabilista Valdick Paiva; que pretende, na oportunidade, implantar a Associação Comercial em São João do Sabugi, reunindo comerciantes de São João e Ipueira.
Na programação consta palestra sobre gestão administrativa, abordando estabelecimento de metas à serem desenvolvidas em determinados períodos, organização e manutenção dos negócios. Também haverá apresentação do Programa de Gestão, entrega de kits e encerramento com Coquetel.
O evento ocorre na Churrascaria O Ladeirão, às 19. A expectativa é que aproximadamente 70 comerciantes estejam presentes.
Anna Jailma - jornalista e blogueira

Mostra Artístico-Cultural ocorre em Caicó de 16 a 23/12

Foto (divulgação): Caicó, iluminada Caicó
Foto (Paulo Jr.): Complexo Turístico da Ilha de Sant'Ana, em Caicó



Foto (Anna Jailma): Filarmônica Recreio Caicoense, comemora 100 anos


Foto (Anna Jailma): Davina, artista plástica


Foto( Paulo Jr.): Anfiteatro da Ilha de Sant'Ana


Caicó realiza sua I Mostra Artístico-Cultural de 16 a 23 de dezembro, no Complexo Turístico da Ilha de Sant’Ana, reunindo artistas de diversos segmentos, como: arte plástica, música, capoeira, teatro e dança, entre outros.
Em 16 de dezembro, a partir das 18h, o Anfiteatro é palco do Cerimonial do Centenário da Filarmônica Recreio Caicoense; com palavra de abertura do prefeito Bibi Costa, lançamento do CD da filarmônica, bem como, do Selo Centenário, realizado pelos Correios e Telégrafos em homenagem a Recreio Caicoense. Encerrando o cerimonial, a Filarmônica Recreio Caicoense junto a outras filarmônicas da região, realizam concerto no anfiteatro.
A programação da Mostra Artístico-Cultural segue com Orquestra de Frevo do Ala-Ursa do Poço de Sant’Ana todas as noites, do dia 17 à 23/12, na Praça de Eventos da Ilha de Sant’Ana, a partir das 18h. As escolas municipais também irão integrar o evento com apresentações artísticas, no Palco B da Ilha, a partir das 19h, de 17 a 22/12. Os repentistas Cícero Manoel do Nascimento e Antônio Silva apresentam-se no Palco A, às 20h, nos dias 18 e 20/12.
O Grupo de Capoeira Terra do Sol apresenta-se no anfiteatro, às 21h, de 18/12 e o Grupo de Teatro Arte e Vida está presente no evento, às 21h, dos dias 19 e 22/12. O Coral do Sertão da Casa de Família comparece ao Palco B, às 20h, do dia 21 e o Coral Filhos do Sertão, está no Palco B dia 22, às 19h15. O PETI também comparece em 22/12, apresentando Dança Mariana e Toque Samba, no anfiteatro.
Todas as noites haverá vernissage dos artistas plásticos locais, exposições de artesanatos, livros, gastronomia e serviços de bar. Outros artistas também integram a Mostra, como Myckon Lennor Rossi, em 17/12, às 20h; Rômulo Alves dos Santos, em 19/12, às 20h e Marquinhos Carrera, às 21h, em 20/12; ambos no Palco A.
O encerramento da I Mostra Artístico-Cultural acontece dia 23, com Orquestra de Frevo do Ala Ursa, abrindo a noite às 18h; Irmandade do Rosário, às 19h, no Palco B; lançamento do CD Yossef – José, o Justo, dos músicos Totó Medeiros e Urbano Medeiros; e Filarmônica Recreio Caicoense, apresentando repertório de seu primeiro CD, a partir das 21h.






Anna Jailma - jornalista e blogueira

Semana da Cultura acontece em São João neste mês

De 21 a 23 de dezembro, ocorre a Semana da Cultura de São João do Sabugi: articulando ciência e arte, com ampla programação; também integrando festa de emancipação política do município. O evento ocorre através da Pró-Reitoria de Extensão da UFRN, com apoio da Prefeitura Municipal de São João do Sabugi, coordenado pelo historiador João Quintino Filho, estudantes universitários e professores.
A Semana da Cultura de São João do Sabugi irá abranger diversos aspectos da nossa rica cultura local. Programação:

21/12 - 19h30min – Clube Municipal: abertura, apresentação da Filarmônica Honório Maciel e lançamento do livro “Mestres do Seridó”.
22/12 - 8 h – Centro de Treinamento “Eunice Fonseca”: palestra “Inteligência Computacional” com Patrocínio Silva; palestra “Gastronomia Seridoense” com a nutricionista Célia Marcia Morais, às 10h e Concurso Gastronômico.
No horário das 13h30, na Escola Estadual Sta Terezinha, Oficina de Pintura, com o artista plástico Vandeberg Medeiros e no Centro de Treinamento Eunice Fonseca, Oficinas de Orientação Vocacional, com o psicólogo Flávio Azevedo e profª Grinauria Morais.
Na Praça Antônio Quintino de Araújo, às 20 h, apresentações de teatro, moda, poesia e música, através da Companhia de Teatro “Valmira Morais”, História & Moda (Evanuel Marques), Moda & Ecologia(João Quintino), poetas populares, Renato Marinho e artistas da terra.
23/12 - 5 h – Caminhada da Serra do Mulungu à Prefeitura Municipal; desjejum sertanejo na Prefeitura Municipal, às 7h; I Enduro de São João do Sabugi, às 8h; Exposição de Artes no Centro Pastoral, às 13h30; Missa de Ação de Graças pelos 59 anos de Emancipação Política do município, às 19h, na Igreja Matriz de São João Batista e, às 22h, Baile Popular da Emancipação, animado pelas bandas Grafith e Aryaxé.
Parabéns a todos que fazem nossa São João do Sabugi, em especial, aos que contribuem positivamente pela divulgação e preservação da nossa arte e cultura.



Anna Jailma - jornalista e blogueira

Semana da Cultura acontece em São João neste mês

Foto (Dercílio Morais): arte de Vandeberg Medeiros

Foto (Olívio Leal): um dos caminhos para chegar ao paraíso



Foto (Úrsula Catherine): nosso Grupo de Teatro Valmira Morais




Foto (Giordano Lucena): Praça Antônio Quintino, nosso palco de eventos


Foto (Anna Jailma): Filarmônica Honório Maciel integra os eventos culturais


De 21 a 23 de dezembro, ocorre a Semana da Cultura de São João do Sabugi: articulando ciência e arte, com ampla programação; também integrando festa de emancipação política do município. O evento ocorre através da Pró-Reitoria de Extensão da UFRN, com apoio da Prefeitura Municipal de São João do Sabugi, coordenado pelo historiador João Quintino Filho, estudantes universitários e professores.
A Semana da Cultura de São João do Sabugi irá abranger diversos aspectos da nossa rica cultura local. Programação:

21/12 - 19h30min – Clube Municipal: abertura, apresentação da Filarmônica Honório Maciel e lançamento do livro “Mestres do Seridó”.


22/12 - 8 h – Centro de Treinamento “Eunice Fonseca”: palestra “Inteligência Computacional” com Patrocínio Silva; palestra “Gastronomia Seridoense” com a nutricionista Célia Marcia Morais, às 10h e Concurso Gastronômico.
No horário das 13h30, na Escola Estadual Sta Terezinha, Oficina de Pintura, com o artista plástico Vandeberg Medeiros e no Centro de Treinamento Eunice Fonseca, Oficinas de Orientação Vocacional, com o psicólogo Flávio Azevedo e profª Grinauria Morais.
Na Praça Antônio Quintino de Araújo, às 20 h, apresentações de teatro, moda, poesia e música, através da Companhia de Teatro “Valmira Morais”, História & Moda (Evanuel Marques), Moda & Ecologia(João Quintino), poetas populares, Renato Marinho e artistas da terra.


23/12 - 5 h – Caminhada da Serra do Mulungu à Prefeitura Municipal; desjejum sertanejo na Prefeitura Municipal, às 7h; I Enduro de São João do Sabugi, às 8h; Exposição de Artes no Centro Pastoral, às 13h30; Missa de Ação de Graças pelos 59 anos de Emancipação Política do município, às 19h, na Igreja Matriz de São João Batista e, às 22h, Baile Popular da Emancipação, animado pelas bandas Grafith e Aryaxé.
Parabéns a todos que fazem nossa São João do Sabugi, em especial, aos que contribuem positivamente pela divulgação e preservação da nossa arte e cultura.



Anna Jailma - jornalista e blogueira

Partido Verde terá chapa majoritária em São João

Foto (divulgação): Damião, Dra.Aparecida e Valdick Paiva,
presidência do PV em São João.


O Partido Verde (PV) foi fundado em São João do Sabugi, no mês de agosto, tendo na presidência do partido o contabilista Valdick Paiva, a médica Aparecida Araújo e Damião, do Seapac. Na fundação do partido, foram muitos os representantes de associações da comunidade, comerciantes, líderes comunitários e funcionários públicos, que se filiaram ao PV.
Na época o partido afirmava que a decisão por uma chapa majoritária, iria depender de uma análise do “cenário político”. Atualmente, o partido já afirma que fazem opção pela chapa majoritária. Embora não haja citação de nomes dos candidatos, sabe-se que provavelmente a chapa seja encabeçada por um dos três que integram a presidência do partido: a médica Aparecida Araújo, Damião do Seapac ou pelo próprio Valdick, visto que já foram citados em pesquisa eleitoral realizada do mês de junho. “Tomamos decisão de, neste momento, trabalharmos uma candidatura própria. Estamos conversando com companheiros e componentes de sigla partidária e a gente tem dito desde o início que o PV foi constituído com pessoas sérias e que têm o pensamento de desenvolver o município de São João do Sabugi”, afirma Valdick Paiva, presidente do PV em São João.
O Partido Verde promete intensificar a divulgação do partido a partir deste mês, em todo o município e projetos estão em processo de elaboração. “Já temos alguns projetos para serem desenvolvidos no início do ano. Também iremos fazer uma ampla divulgação do PV em São João, inclusive, já temos uma campanha de marketing para ser lançada a partir deste final de semana na zona urbana e rural”, informa Valdick Paiva.

Anna Jailma - jornalista e blogueira

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Chuva na Serra do Mulungu e na terra de S. João

Foto: Anchieta França
Vou visitar São João
Porque é minha cidade
Consta em meus documentos
Como naturalidade
Quando está molhada a terra
Quando fica verde a serra
Quase morro de saudade

Versos de Egydio Alves de Medeiros (Egydio Januário)


Todo sabugiense sabe que a chuva aqui é diferente. Tem sabor de conquista, de bonança, de colheita, de festa! Quando a chuva vem na Serra do Mulungu, o povo acelera o coração; o homem do campo planeja início da plantação; as crianças pedem permissão aos pais para o banho de chuva, na bica da calçada.
Depois de muitos meses de calor quase insuportável, inclusive, chegando a ser anunciado 39° em rádios de Caicó, hoje chegou chuva na serra e na terra. Dezembro com chuva é Natal mais feliz, com promessa de bom inverno e boa colheita.
Há poucos dias recebi e-mail do Sr. Egydio Medeiros, da família “Januário”, residente em São Paulo, em que ele fala da saudade de São João, principalmente quando a terra está molhada e a terra está verde. Eu respondi para ele, que na primeira chuva eu colocaria seus versos aqui. Promessa cumprida, Sr. Egydio: a chuva chegou e sua poesia aqui está, para contemplação e comemoração dos filhos da terra.

Anna Jailma - jornalista e blogueira

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Festa de Santa Luzia ocorre em São João


Desliza lépida/singra serena/corre fagueira/gentil querena
Vai voa intrépida/que a brisa amena/alvissareira/suave te acena
Vai que te guia/a protetora/Santa Luzia/Santa Luzia...
No céu tão límpido/a lua brilha/e o mar encanta/Que maravilha
Murmuro quérulo/instante quase/a minha santa/a ingênua frase
Sempre me guia/a protetora/Santa Luzia/ Santa Luzia...
Nesta segunda-feira, iniciou a Festa de Santa Luzia, em São João do Sabugi. A programação religiosa iniciou às 17h, com procissão de abertura, hasteamento da bandeira, palavra de abertura e benção do Santíssimo Sacramento, com Pe. Janilson Alves, administrador paroquial.
Haverá novenas nas residências de famílias sabugienses, de 04 a 09 de dezembro. O tríduo de novenas será celebrado na Igreja Matriz de São João Batista, de 10 à 12 de dezembro; e dia 13, ocorre Missa Solene às 10h e Procissão de Encerramento, às 16h30.
Em São João do Sabugi, a Festa de Santa Luzia está vinculada a história de filhos da terra. Segundo consta no folder de programação da festa, há 12 anos, a filha do Sr. Jessi de Assis Dantas sofreu de enfermidade na visão e seu pai, Sr. Jessi, pediu a intercessão de Santa Luzia, para a cura. O pedido foi atendido e em agradecimento, ele fez a doação de uma imagem de Santa Luzia para a Igreja Matriz de São João Batista; passando a ser celebrada a Festa de Santa Luzia na nossa paróquia, como forma de louvor e agradecimento a protetora da visão.
Na programação social consta Leilão da Festa, em 13 de dezembro, após a procissão e Festival de Prêmios, em 16 de dezembro.
A Festa de Santa Luzia é organizada por Zélia Fernandes. Doação para leilão da festa deve ser entregue a Zélia Fernandes, na sua residência, ou na Casa Paroquial.
Para abrilhantar a festa, a Filarmônica Honório Maciel se faz presente durante a festa e neste ano, temos a boneca da festa Ana Maria Lucena (filha de Radilson Lucena e Mª da Conceição Lucena) e um Festival de Prêmios, que já está com cartelas à venda, ao preço de R$ 2,00.

Programação das novenas de Santa Luzia, às 19h:
04/12 – Residência de Luzia Cabral ( R. Pe. Joaquim Félix)
05/12 – Residência de Judite Noberto (R. José Permínio)
06/12 – Residência de Francisca Nogueira (R. Basílio Gorgônio)
07/12 – Residência de Julieta Medeiros (R. Prof. Manoel Martiniano)
08/12 – Residência de Severina Lourenço (R. Prof. Manoel Martiniano)
09/12 – Residência de Carminha Morais (R. Prof. Antônio Carlos)
10, 11 e 12/12 – Novenas celebradas na Igreja Matriz de São João Batista
Anna Jailma - jornalista e blogueira

sábado, 1 de dezembro de 2007

Pensamento Jovem IV - Ser jovem




Ser jovem independe da idade, do passar dos anos. Ser jovem tem vínculo direto com a capacidade de sonhar de cada um, com a forma que enxerga o mundo, com a garra ao enfrentar dificuldades, com a vontade de evoluir, com a criatividade, com a alegria que carrega nas suas expressões e ações do dia-a-dia.
Ser jovem é ser mutante, é movimento, ação, coração, sonho, magia, esperança de dias melhores. Uma linda música de Ivan Lins e Victor Martins pode nos fazer refletir sobre a nossa capacidade de viver a juventude, de ser jovem eternamente, independente do tempo. Ser jovem só “depende de nós...”

Depende de Nós – Ivan Lins/Victor Martins

Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor
Depende de nós
Que o circo esteja armado
Que o palhaço esteja engraçado
Que o riso esteja no ar
Sem que a gente precise sonhar
Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs
Depende de nós
Se este mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá...

Anna Jailma - jornalista e blogueira