sábado, 29 de março de 2008

Minha terra tem coqueiro gêmeo






Coqueiros gêmeos são raridade, mas, em São João do Sabugi tem. Fiquei sabendo graças a Edgar Medeiros, "Edgar Januário", que conhece São João do Sabugi como a palma da mão.
O coqueiro gêmeo de nossa terra é localizado na Rua José Permínio. Consiste em um só tronco para duas copas, em formato de "estilingue"; inclusive, ambas as copas estão cheias de cocos. Uma raridade, uma beleza!
Pesquisando pela net, obtive notícias de outros coqueiros gêmeos. No site http://www.galeria.brfoto.com.br/ o fotógrafo Antonio Preggo, de Caruaru, Pernambuco, comenta sobre coqueiro gêmeo localizado na Praia de Diogo Lopes, aqui no Estado do Rio Grande do Norte. Segundo ele, o coqueiro raro fica próximo do Restaurante do Rancho. Outra notícia sobre coqueiros gêmeos, encontrei no Portal de Boipeba, na Bahia, http://www.boipeba.org/ informando sobre o coqueiro de duas copas. Segundo o autor do texto, Kleberson Kavalo, o "coqueiro-gêmeo" de Boipeba, BA, é ponto turístico, visitado constantemente por turistas.
Procure conhecer e divulgar que esta raridade existe também aqui, na terra da gente, no pequeno príncipe São João do Sabugi.
Nossa terra tem palmeiras onde canta o sabiá, tem a Serra do Mulungu, é a terra da música, tem o raro coqueiro gêmeo! É como diz a música "abençoado por Deus e bonito por natureza...Mas, que beleza!".


Fotografias: Anna Jailma
Anna Jailma - jornalista e blogueira


Chove chuva...chove sem parar...

Nosso Açude Público Sabugi Pedras Pretas, de Sr. Severino Emídio.







Nosso açude, que já transborda há dias, lindo de viver!












Barragem Carnaúbas: um show!



O Salgado de Aldo Fernandes

São muitas as paisagens do nosso inverno. São muitos os açudes, barragens, rios, riachos...quanta bonança!
Gostaria de passear por todo o sertão, visitando sítios vizinhos de São João para sentir de perto as águas de cada recanto, o encanto de cada lugar: Salgado, Quixeré, Jerusalém, João Pinto, Pedras Pretas, Guarita, nosso Açude Público Sabugi (que chamam Santo Antônio...), barragem das Carnaúbas... Enquanto não passeio por aí, aceito a colaboração de sabugienses que, gentilmente, me fornecem fotografias de nosso inverno; para que até os sabugienses mais distantes, sintam nosso inverno de perto, independente de onde estejam.
Nesta postagem, publico fotografias que me foram cedidas por Ana Medeiros, a "Aninha de Severino Emídio". O blog À Flor da Terra agradece.

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Alma sertaneja




Recebi via e-mail, fotografias deste inverno, através de Elisa Medeiros. Elisa, residente em São Paulo, é irmã de Edvaldo "Januário" e recebeu várias fotografias de seu sobrinho Edvaldo Júnior, que esteve recentemente em São João do Sabugi e aproveitou a chegada do inverno por aqui.
Edvaldo Jr. é paulista de alma sertaneja. Veio seguindo o cheiro da chuva e da terra molhada; chegou por aqui e mergulhou de corpo e alma nas águas do sertão. Certamente chegou por lá e avisou na terra da garoa: "o sertão já virou mar..."


Fotografias: arquivo de Edvaldo Jr.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Fui visitar nosso Rio Sabugi...




Meninos que voam...e mergulham no rio...

Família Cavalcanti visitando o Rio Sabugi: Neta de Odílio, tentando acompanhar o passo de Patrícia e Pâmela.
Chico de Abdias e sua célebre frase: "ô invernão"
Dedé de Zé do Correio e seu filho - contemplando o "cochilo" do rio
Edvaldo Januário: fazendo turismo no leito do rio


O Rio Sabugi não pára de receber visitas




A paz do rebanho na beira do rio...
No mato recém-nascido, o camaleão verdinho, de olhos atentos (ele adorou ser fotografado, ficou paradinho para os clicks...)




Hoje pela manhã, como faz todo sabugiense, fui visitar o Rio Sabugi. Ele estava mais calmo que ontem a tarde...Ontem por volta das 14h eu achei que ele queria passear pelo Largo Ana de Souza ou quem sabe, até na praça, porque a água já rondava a casa de Nena do saudoso Werneck Brito e já se aproximava também da oficina de Deusimar Casé.
Hoje, o nosso Rio Sabugi parecia adormecido em "berço esplêndido", não estava recebendo novas águas como na tarde de ontem; mas, continua enorme diante de nossos olhos. No caminho até a ponte, são muitos os filhos da terra que vão ou já voltam da visita ao rio...Os risos sempre estampados no rosto e aquela brisa aconchegante que só o inverno do sertão tem.
Encontrei pessoas da família Cavalcanti, que já voltavam felizes da vida com a paisagem: Patrícia (filha de Ivone de Odílio) e sua filha Pâmela, tinham ido ao rio com Ivonete, conhecida como "Neta", filha de Odílio. As três tinham ido cedo observar a renovação do nosso rio e já voltavam para casa por volta das 9h. Chegando na ponte, com olhar sereno e passos lentos, estava Sr. Chico de Abdias..."ô invernão", dizia ele olhando para as águas. Dedé de Zé do Correio, também observava o rio, enquanto convencia seu filho de aproximadamente 7 anos, de adiar o banho de rio para outro dia...
Na ponte, alguns "meninos", ousam pular da ponte, numa eufórica comemoração pela chegada das águas...E bem ao lado da ponte, sereno e de olhar observador, estava um camaleão, verdinho, misturando-se ao mato recém-nascido; na beira do asfalto. Coisas do meu sertão...
Fotografias:
Edvaldo Januário em turismo no rio - Foto de Edvaldo Jr.
Todas as outras fotografias - De Anna Jailma

Anna Jailma - jornalista e blogueira

quarta-feira, 26 de março de 2008

Nosso Rio Sabugi está de "barreira a barreira"





O inverno chegou no Seridó fazendo transbordar açudes e barragens, banhando os rios da região e trazendo ao povo sertanejo, a esperança da boa colheita. Desde a última segunda-feira, dia 24, que as notícias trazem a certeza da chegada do inverno de 2008.
A região comemora as chuvas e alguns agricultores, se surpreenderam com a quantidade de chuvas, chegando até a 220 milímetros, na última segunda-feira, como ocorreu no Sítio Salgado, de propriedade do Sr. Tiago Chá, no município daqui de São João do Sabugi.
A barragem das Carnaúbas, entre Caicó e São João do Sabugi, com capacidade de 30 milhões de metros cúbicos, já está transbordando desde ontem. O nosso Açude Público Sabugi (da comunidade Santo Antônio), que tem capacidade para 65 milhões de metros cúbicos, falta menos de 1 metro para transbordar.
O açude Dourados de Currais Novos, que há 9 anos não transbordava, já está transbordando. O Itans, aguarda as águas do açude Esguicho de Ouro Branco, que está prestes a transbordar, com as águas vindas do Açude de Santa Luzia, na Paraíba; porém, o Itans está com apenas 27% de sua capacidade.
O inverno chegou, temos a garantia de muita pamonha, milho verde e canjica nas festas juninas!
Fotografias:
Fotos de Cida Galvão: Rio Sabugi banhando oiticicas e com Serra do Mulungu em névoa
Foto de Egnaldo Medeiros: Um banho na Barragem Carnaúbas
Foto de Olívio Morais: Rio Sabugi com Serra do Mulungu escondendo-se na oiticica
Anna Jailma - jornalista e blogueira

quinta-feira, 20 de março de 2008

Chegou a chuva em São João! Que seja bem-vinda!





Na noite de ontem, Dia de São José, a chuva caiu na telha por toda a madrugada. São João do Sabugi amanheceu frio, a Serra do Mulungu em névoa, parecendo "neve" e o povo nas esquinas, nas calçadas, comentando sobre barragens e açudes que já receberam água do inverno que chega.
São 11h30 e o sol ainda não apareceu. Um frio gostoso acalenta o sertanejo. O Rio Sabugi já chega com as primeiras águas e a pedra de Dogí prepara-se para esconder-se nas águas de março, que anunciam a chegada do inverno neste ano.
São José, nosso agradecimento! O sertão sente-se abençoado.

Fotografias: Anna Jailma (manhã de hoje)
Anna Jailma - jornalista e blogueira

Artistas da terra vivenciam a Paixão de Cristo




Pároco Janilson Alves e a pedagoga Djanira: meditação da Via Sacra
As Marias que choraram por Jesus
Jesus é conduzido para o julgamento
Pilatos liberta Barrabás...
... e condena Jesus

Jesus carrega a cruz pelas ruas...
Cai três vezes...



Maria chora aos pés do filho
Lamparinas iluminam a noite...
Surge Verônica...

...que enxuga o rosto de Jesus
Jesus é crucificado e morre na cruz
Cai aos pés de sua Mãe Maria.

E ressuscita ao amanhecer do domingo...
Na noite de ontem, quarta-feira santa, houve Via Sacra pelas ruas de São João do Sabugi, com encenação da Paixão de Cristo, com participação do grupo de jovens e grupo de idosos, na arte cênica. Enquanto havia a celebração da Via Sacra, a pedagoga Djanira Araújo fazia a reflexão da Via Sacra, convidando a comunidade á meditar sobre as "agonias" vividas pela sociedade atual.
O pároco administrador Pe. Janilson Alves de Oliveira celebrou a Via Sacra, com participação dos fiéis da comunidade, tendo significativa presença. A Via Sacra iniciou ao lado da Igreja Matriz, percorrendo as principais ruas da cidade.
A Semana Santa em São João do Sabugi, está sendo vivenciada com ampla programação e presença constante dos fiéis nas celebrações religiosas.
Fotografias: Anna Jailma

Anna Jailma - jornalista e blogueira