domingo, 2 de março de 2008

Comitiva internacional visita bordadeiras do Seridó

Arlete Silva saudando os visitantes

Conceição Fernandes, presid. da Associação de Artesãs de São João do Sabugi, compareceu ao evento


Climênia Mariz, de São João do Sabugi, mostrou a arte de bordar

Konrad Osterwalder, da UNU e Arlete Silva, do CRACAS
Konrad Osterwalder pretende expandir o bordado do Seridó para o mundo
Na comitiva estavam Konrad Osterwalder, reitor da UNU; pesquisadores, representantes do BB e secretário estadual da SETHAS, Fabian.


Sérgio Peres, superintendente do Banco do Brasil





Fotografias: Anna Jailma
A Associação das Bordadeiras de Caicó, recebeu a visita de uma comitiva internacional, para conhecer de perto o bordado de Caicó e região Seridó, sendo recepcionados por Arlete Silva, presidente do CRACAS. Na comitiva estavam presentes o superintendente do Banco do Brasil, Sérgio Peres; o secretário estadual Fabian, da Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e Ação Social - SETHAS, que representou o Governo do Estado e Konrad Osterwalder, reitor da Universidade das Nações Unidas UNU, entre outros pesquisadores.
No Centro Comercial Sant'Ana, onde funciona a sede das bordadeiras em Caicó, a comissão visitou uma sala onde bordadeiras de todo Seridó mostravam ao vivo a arte de bordar. Entre as presentes, a sabugiense Climênia Mariz, integrante da associação em São João do Sabugi, que acompanhou a coordenadora Conceição Fernandes, da Associação de Artesãs em São João do Sabugi.
O reitor da UNU, Konrad Osterwalder, destacou o entusiasmo das profissionais do bordado e deixou claro o interesse em expandir o bordado de Caicó e região para o mundo. "O que mais me impressionou foi a quantidade de jovens e de outras idades também, que vêem no bordado fonte de auto-estima, porque fazem o que aprenderam e ganham dinheiro próprio com isso. Vamos conversar com os representantes do Banco do Brasil e pretendemos realmente expandir o negócio para o mundo", disse Konrad Osterwalder.
O secretário estadual da SETHAS,Fabian, destacou que o Governo do Estado tem interesse em apoiar o crescimento do bordado no Seridó. "A nossa expectativa é que a visita resulte em grandes ganhos sociais para a população, sobretudo, para as bordadeiras de Caicó e região. É uma atividade maravilhosa no aspecto cultural, histórico, na resistência das mulheres, no aspecto do mercado e da geração de renda. Nossa meta, a mete do Governo do Estado, é que Caicó e região sejam o forte do bordado no Brasil e no mundo, não somente no Estado do RN. Há condições para isso, só precisa de apoio e este apoio queremos dar", declarou Fabian.
O Banco do Brasil e a UNU assinaram convênio internacional de cooperação técnica com objetivo de analisar os trabalhos de Desenvolvimento Regional Sustentável - DRS. A UNU é agente da Organização das Nações Unidas ONU, assim como UNESCO e UNICEF, que identificam tecnologias sociais direcionadas para pequenos produtores, objetivando geração de trabalho e renda.
A UNU escolheu dois lugares para visita no Brasil: uma comunidade no Ceará e a sede das bordadeiras em Caicó.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: