terça-feira, 8 de abril de 2008

Pensamento Jovem VI- Entrando na Faculdade...




Pensamento Jovem retrata hoje, as idéias do estudante universitário Mirvan de Araújo Lúcio, filho de Maria da Penha Araújo e Pretinho Lúcio.
Mirvan já nasceu jornalista. Desde criança ele tem empatia com o microfone, a redação, a criatividade. É um jornalista nato que nasceu para a TV, o rádio, o jornal impresso, a revista e qualquer outra função que tenha como eixo a comunicação.
Mirvan ingressou no curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, neste ano, na FIP - Faculdades Integradas de Patos, em Patos PB. Devido o curso, ele hoje reside em Patos, PB, na busca pela concretização do sonho de ser jornalista, trilhando os primeiros degraus do sucesso.
Segue texto escrito pelo próprio Mirvan, partilhando conosco o que é "entrar na faculdade".
Fotografias: arquivo pessoal de Mirvan

Anna Jailma - jornalista e blogueira


ENTRANDO NA FACULDADE...


O caminho até a faculdade nunca é fácil... Primeiro você estuda tudo o que tem para estudar, depois vem a escolha do curso (uma dúvida cruel para muitos), o nervosismo da prova e, como se não bastasse, ainda tem a espera pelo resultado que sempre vem acompanhado de uma ansiedade que faz o coração bater como uma bateria de escola de samba...
Passado esse momento de tensão vem preocupação com a matrícula e, enfim, a entrada na faculdade... No primeiro dia tudo é muito novo e um pouco assustador... Ter que enfrentar a cara dos veteranos, que olham como se os calouros fossem invasores, não é muito bom... E se a faculdade for daquelas onde os corredores são verdadeiras passarelas de moda, a sensação é ainda pior...
Tem também a parte em que você se perde na faculdade... Não sabe onde fica o banheiro, nem o bebedouro e, muito menos, sua sala... Isso também não é muito bom, mas aos poucos acostumamos...
No primeiro dia geralmente tem aquela ladainha que todo professor faz no início das aulas: “Meu nome é Fulano. Ensino a disciplina ‘tal’. Estou aqui não só pra ensinar, mas também para aprender com vocês, etc... etc... etc...”. Depois da apresentação do professor vem aquela hora que todo quer sair correndo: a apresentação individual. A mão fica gelada, a boca seca, tudo treme e você mal consegue dizer seu nome... Esse é um passo importante, pois, a partir daí, você começa a se soltar e tudo fica mais fácil, até que novos laços de amizade são criados e todo aquele constrangimento se acaba...
Sei que nem todo mundo passou por isso e que muitos passaram por coisas piores... Só coloquei aqui um pouco do que senti quando chegou a minha vez... Isso sem deixar de lado a importância de um curso bem feito e sempre lembrando que o profissional que você será amanhã é reflexo do aluno que você é hoje...
No início não é fácil... No meio pode ser estressante... Mas o fim é gratificante... (Imagino eu...)



Mirvan Lúcio

Nenhum comentário: