domingo, 8 de junho de 2008

Urbano Medeiros visita Seridó

Foto - site de São José: Urbano Medeiros no Festival Católico em Caicó
Foto - Anna Jailma: Em São João, Urbano participou da Novena em honra a São João Batista

Foto - Anna Jailma: Urbano Medeiros no túmulo de Jacó Libânio, em São José do Seridó.


No último sábado, o músico sabugiense Urbano Medeiros se fez presente na novena de São João Batista. Na ocasião, a novena foi celebrada na residência do Sr. Chico Pinto e Urbano Medeiros integrou o grupo de cânticos, encantando os presentes com o som do clarinete.
Durante a novena, foi visível sua emoção em vários momentos. Na visita a nossa cidade, Urbano visitou familiares e pode sentir de perto o clima junino das novenas do padroeiro e das quadrilhas que já animam as ruas.
Nesta breve viagem a região Seridó, o músico divulgou a gravação da linda música Czardas, que relembra os circos, cinemas e outros momentos festivos do nosso sertão. Em Caicó, Urbano participou do programa Muito Mais Você, da também sabugiense Suerda Medeiros, na Rádio Caicó AM e do programa Momento Dois, de Djalma Mota, na Rádio Rural AM. Também esteve presente no Festival de Música Católica, ocorrido na noite de 1º de junho, ao lado da Catedral de Sant'Ana.
Além de Caicó e São João do Sabugi, ele visitou São José do Seridó, cidade onde foi maestro ainda jovem. Em São José do Seridó, visitou amigos de outrora, esteve na Igreja Matriz de São José, onde recordou seus momentos de oração aos pés do Sacrário e esteve no cemitério, onde rezou e tocou clarinete, no túmulo de seu primeiro aluno de música daquela cidade, professor Jacó Libânio, falecido em março deste ano.
No amanhecer desta segunda-feira, dia 09, Urbano Medeiros viaja para Alagoas e depois, retorna para Minas Gerais; onde reside com esposa Regina e filhos.
Para quem ainda não ouviu e para quem quer ouvir novamente...CZARDAS, ao som de Urbano Medeiros: www.cursodeviolao.net/coisas/czardas2.mp3


Anna Jailma - jornalista e blogueira

2 comentários:

Dalva disse...

Adorei as imagens de São José do Seridó, terra do meu amigo Jacó e Juraci Filha, que infelizmene não conheço. Fiquei emocionada com a imagem de Urbano no túmulo de Jacó. Lembrei-me de seus causos, das brincadeiras, de como ele chamava Isabel e dizia que no final esta seria chamada de Biluca, porque era esse o apelido de toda Isabel ( eu simplemente abomino esse apelido ). Díficl imaginar ir a São José conhecê-la e não encontrar Jacó. Mas, quem sabe...

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Dalva,
Vi Jacó uma única vez, por acaso, na Lanchonete do Leza em Caicó. Ele estava rodeado de estudantes que tinham vindo participar de jogos em Caicó. Brincalhão, ele fez todo mundo da lanchonete dá boas gargalhadas. Ele é relembrado por todos como um contador de causos, divertido e brincalhão. São José do Seridó é singela e aconchegante. Não deixe de conhecer.
Obrigada pela visita no blog e volte sempre.