sexta-feira, 4 de julho de 2008

80 anos de Geny Lucena


Ontem, dia 03 de julho, Geny Lucena dos Santos completou 80 anos de idade. Geny Lucena é a primeira filha dos sete filhos de meus avós maternos, José Romão e Zulmira Lucena.
Como gosta de poesia e música, ela fez um cartão onde consta a poesia “Ontem, hoje, amanhã e depois”, em despedida dos seus 79 anos. Enviou para pessoas de seu círculo de amizades, aqui em São João do Sabugi, RN.
Tia Geny reside em Teresina, no Piauí. Ontem comemorou seus 80 anos com um jantar entre amigos. Compartilho com vocês a mensagem e faço votos que Deus a ilumine com bençãos de saúde e paz.
P. S. O cartão veio com sua fotografia e poesia escrita no verso. Como não constava autoria da poesia, imaginávamos ser da própria; mas, recebemos email esclarecedor de Maria Gilza de Medeiros, dizendo ser a poesia de autoria de sua avó, Maria Generosa de Medeiros, do sítio Vaca Brava, aqui no município, divulgada por ocasião de suas Bodas de Ouro.

Ontem, hoje, amanhã e depois

De Maria Generosa de Medeiros

Ontem campinas mimosas
Ontem mesmo sem conseguir o que quis!
Ontem eu era ditosa
Ontem eu era feliz...

Hoje na vida, velhice
Hoje suspiros e ais
Hoje com 80 anos
Hoje saudades, dores e nada mais!

Amanhã, perto da morte
Amanhã não vejo mais trilhos
Amanhã tudo muda de sorte
Amanhã, longe dos irmãos e dos amigos

Depois, na eternidade
Depois eu estarei só
Depois por todos esquecida!
Depois já virada em pó...



Anna Jailma - jornalista e blogueira

6 comentários:

João Quintino disse...

Não posso deixar de comentar e comemorar os 80 anos de vida de Geni, uma pessoa maravilhosa, aliás, como são todos os filhos de Zé Romão. O poema, bonito até mesmo na visão triste da velhice, não diz tudo: envelhecer com dignidade, com firmeza de caráter, com valores bem forjados, como é o caso de Geni, deve ser motivo de alegria. Afinal, quem somos nós, senão o somatório das nossas tentativas, experiências, conquistas e derrotas. Cada um é o que se experienciou: daí que quanto mais idade, mais se é você! Estar velho é ser rico de vida e de aprendizado. Parabéns, Geni!!!!

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Obrigada pelo rico comentário JQ. Suas palavras serão transmitidas à ela.

Abraço.

Marcilio Medeiros disse...

Jailma,
Envio 80 congratulações a Geny pela comemoração de seu dia especial.
Diga-lhe que não há esquecimento para o bem-querer verdadeiro e ela é amada por muitos, entre os quais me incluo.

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Obrigada, Marcílio. Irei transmitir sua mensagem pra ela. Abraço!

Anônimo disse...

Prezada Anna,

Esse poema, cuja errônea e suposta autoria é atribuida a D.Geny Lucena, intitula-se: ONTEM,HOJE, AMANHÃ E DEPOIS.... Foi, a bem da verdade, escrito por minha saudosa avó Maria Generosa de Medeiros e, por ela dado a conhecer a sua familia na ocasião em que celebravamos suas Bodas de Ouro com nosso também saudoso avô Antonio Pereira de Medeiros, no sitio Vaca Brava, nesse municipio.Dias depois nós o publicamos e distribuimos aos parentes como lembrança.
Nossa família também tornou a divulga-lo e distribuiur cópias do mesmo na Missa de 30º dia de sua verdadeira autora.
Estarei, encaminhando em breve cópia escaneada do mesmo para este blog bem com um original - já amarelado pelo tempo - comprovando o que aqui fica esclarecido.
Grata pela oportunidade que me é dada para esclarecer esse equívoco.
ass. Maria Gilza de Medeiros (Gilzinha)

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Maria Gilza,

Conforme explicado, no cartão que nos foi enviado, não constava autoria da poesia. Como vez ou outra ela escreve reflexões ou poesias neste estilo, e tratava-se de aniversário de 80 anos descrito na própria poesia, imaginei ser da autoria da própria Geny. O equívoco foi desfeito e esclarecido no texto. Não há necessidade do envio de seus originais.

Muito grata, Anna Jailma.