sexta-feira, 1 de agosto de 2008

FEIRA DE CIÊNCIAS - O MUNICIPAL




Na Feira de Ciências, o informativo O Municipal apresenta-se na sua segunda edição, sob organização da pedagoga Djanira Araújo de Medeiros, colaboração dos professores e apoio efetivo da direção da escola, equipe técnico-pedagógica e Secretaria Municipal de Educação e Esporte.
O Municipal informa sobre projetos desenvolvidos na escola. Os projetos são realizados com objetivo de melhor atender as necessidades imediatas dos estudantes e promover a integração entre as disciplinas; favorecendo o ensino e a aprendizagem.
Os projetos foram desenvolvidos envolvendo Festa Junina, Campanha da Fraternidade, Folclore, Higiene Bucal, Leitura e Escrita, Meio Ambiente, Alimentação Saudável e Alimentação no Semi-Árido, Idoso Amigo, Música, Dia "D" da Limpeza Pública, Contando Árvores, entre outros.
O projeto de solidariedade "Idoso Amigo", tem considerável destaque no informativo O Municipal. O Idoso Amigo resgatou informações de quatro idosos da cidade, que transmitiram experiências diferentes vividas: o biólogo Edmundo Araújo, a circense Toinha do Circo, o Clóvis Cigano e a rezadeira D. Joaninha.
Edmundo Araújo chegou aqui em 1983 e falou sobre um amplo trabalho de cultivo de mudas e conscientização da população sobre meio ambiente. Ele chegou a cultivar 5 mil mudas em horto montado na própria residência. A circense Antônia Barbosa, "Toinha do Circo", viveu a maior parte de sua vida no circo, ao lado do esposo que era o palhaço Suspiro. A circense relata a experiência de viver no circo, relembrando comédias e dificuldades do cotidiano circense; que permanecem escondidos nos bastidores. O cigano Clóvis Dantas, conhecido como "Clóvis Cigano" falou sobre a época em que viveu no bando, relatando sobre a estrutura das barracas, as festas ciganas e a convivência entre eles. A rezadeira Joana de Oliveira Cândido, "D. Joaninha de Peixinho", comentou sobre o receio de que esta tradição se perca no tempo e relatou um diálogo entre ela e Frei Damião, sobre ser rezadeira.
Foi através deste projeto Idoso Amigo, desenvolvido pelos alunos e coordenado pelo apoio pedagógico da escola, que a Escola Municipal Pe. Joaquim Félix ganhou o selo de Escola Solidária, do Instituto Faça Parte.
Também nas páginas do informativo, há matérias sobre a Baixa da Coruja e Rua do Campo, relatando a origem e a história que as circundam. O agricultor e barbeiro João Paulino também teve destaque no Municipal, enfocando sua linguagem única e especial. A professora Francisca Celina de Brito, "Lila", teve um pouco de sua história destacada e as professoras Marinete Mariz, Bibi Farias e Terezinha Galvão, foram relembradas pelos atuais funcionários da escola; assim como, os professores Ivan Gorgônio, José Bezerra e Ubirajara Nóbrega, que também foram citados. Além destes enfoques, o informativo traz matéria sobre a Amazônia, povo nordestino, prédio que sedia a Escola Estadual Santa Terezinha, antes apelidado de "Elefante Branco"; Mercado Público e o relato de ex-alunos, hoje funcionários da escola, sobre a saudade de antigos professores.
O jornal também destaca o fato do município ter alcançado o 2º lugar no RN, em desempenho na Prova Brasil 2007. O informativo O Municipal está à venda na Escola Municipal Pe. Joaquim Félix, ao preço de R$ 0,50. É um jornal para todo sabugiense que gosta de debruçar-se sobre nossa história e seu povo, também conhecendo os trabalhos educativos atualmente desenvolvidos na terra.
Parabéns a Escola Municipal Pe. Joaquim Félix, pelo brilhante trabalho desenvolvido a cada ano letivo, e pela publicação do informativo. Lembrei-me que na 6ª ou 7ª série, naquela escola, certa vez fiz um jornalzinho escrito à mão, sobre o cotidiano na sala-de-aula. A colega Patrícia Fernandes me ajudou a "passar a limpo" e corremos para o mural, para pregar o tal jornal, que causou "alvoroço" no "recreio". Provavelmente naquele dia, o jornalismo surgiu em mim.


Fotos: Anna Jailma

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: