segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Eleições 2008


Tenho observado o cenário político de nossa cidade, e não posso deixar de comentar que, lamentavelmente, vemos muito mais politicagem que política. Estamos em 2008, a população é bem mais conscientizada, mas, ainda presenciamos a velha prática de dizer "piadas" para os amigos, os familiares, os vizinhos...Que pobreza de espírito! Ainda há os que simplesmente se "afastam" do círculo de amizades, porque não conseguem aprender a respeitar o direito do outro; de votar em quem quer. E ainda há "boatos" ( ou fatos?), sobre compra de votos e outras formas de autoritarismo, oriundas da época do curral eleitoral.
O voto não é troca de favores, não é um produto que está à venda. O voto é um ato democrático, conquistado com muita luta, sobretudo para as mulheres, que começaram a votar muitos anos depois dos homens. O voto é um ato consciente, honesto. Vote no governante que você confia como administrador, como ser honesto perante a administração de seu município. E se você não confia em nenhum dos candidatos, vote em branco. O voto em branco existe para isso. Mas, não venda ou troque seu voto. Assim, você está assumindo a fraqueza de seu caráter.
E agora, centralizando na escolha dos vereadores: não pense que a escolha de vereador é brincadeira. O vereador tem a função de contribuir de forma efetiva na elaboração e aprovação ou reprovação de projetos, em prol da comunidade. Escolher um vereador não é simplesmente favorecer um amigo que está "precisando de um emprego". É preciso competência para assumir este cargo de representatividade da população. Se você escolhe um vereador sem analisar as propostas ou a capacidade dele, depois você não deve reclamar dele passar quatros anos apenas dando "título de cidadão sabugiense"... Você não vai reclamar dele passar quatro anos calado nas reuniões, sem nada apresentar, sem nada comentar...
Faça diferente: vote consciente! E respeite a escolha do seu amigo e do seu vizinho, mesmo que seja contrária a sua. Democracia combina com respeito.
Pense nisso. Reflita sobre seu voto e pelo amor de Deus, VOTE CONSCIENTE!



Anna Jailma - jornalista e blogueira

2 comentários:

Marcílio Nogueira disse...

Parabéns pelo texto, muito autêntico. Gostaria que esses comportamentos e pensamentos, não mais existissem em nosso país, e, principalmente, em nosso São João. Mas que pena, vejo piadas, pensamentos e visões absurdas, até mesmo das pessoas que se dizem esclarecidas, inteligentes, educadores, enfim, vejo que neste momento político, muitas dessas pessoas esquecem do aprendizado e tornam-se "cegas", chegando ao ponto de não admitirem e não conseguirem fazer uma comparação entre os candidatos, proposta pelo Trib. Regional Eleitoral. Isso tudo é oriundo da forma de fazer "política" imposta em SJ, fazendo com que algumas pessoas regridam em vários aspectos. É triste, mas é a pura verdade! Um abraço!

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Realmente Marcílio, percebe-se que nesta época, até mesmo pessoas que deveriam ser esclarecidas, têm ações e reações absurdas.
Será que um dia esta visão da política irá mudar? Tomara que sim.