quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Maria vai à imprensa, na busca pelo seu pai.


A costureira Maria do Socorro Gonçalves, conhecida em São João como “Maria de Raimunda”, está a procura de seu pai Manoel Gonçalves do Nascimento, que ela viu pela última vez quando tinha 3 anos de idade, em Caicó.
Maria procurou ontem o jornal Diário de Natal e hoje sua história amanheceu em destaque nas páginas do jornal impresso, bem como, na Internet. Ela não sabe se seu pai está vivo, mas tem esperança de encontrar parentes.
Na matéria divulgada no Diário, ela explica que em 1949 seu pai e sua mãe, Raimunda Pereira Neves casaram-se no civil, mas, se separaram cinco anos depois, quando Maria tinha três anos e seu irmão Gilson, quatro anos. Depois da separação, seu pai foi morar em Natal e a mãe dela ainda chegou a ir na capital, com os dois filhos crianças, mas não conseguiram encontrá-lo e voltaram para Caicó; retornando para a terra de sua mãe, nossa São João do Sabugi, onde Dona Raimunda, conhecida como Raimunda de Tonico, criou os filhos trabalhando como lavadeira de roupa.
As únicas informações concretas que Maria tem sobre seu pai é que ele nasceu no município de Esperança, na Paraíba em 10 de dezembro de 1920, e estaria com 87 anos atualmente. Manoel Gonçalves foi policial militar entre os anos de 1945 e 1955 e atuava no município de Caicó.
Na entrevista ao Diário de Natal, Maria deixa claro que sua intenção é rever seu pai e conhecer sua família, e não está cobrando nada. Ela ainda acrescenta que sente-se sozinha, porque sua mãe e irmão morreram, ela também separou-se do esposo, que hoje mora em São Paulo e seus dois filhos já são casados. “Tenho meus filhos, mas estão casados. Minha mãe e meu único irmão já são falecidos. Sou sozinha no mundo, e queria muito conhecer meu pai. Caso ele não esteja mais vivo, quero conhecer meus possíveis irmãos, sobrinhos, e outros parentes”, afirmou Maria.
Quem tiver alguma informação sobre o Sr. Manoel Gonçalves do Nascimento, ou de algum familiar dele, deve entrar em contato com Maria do Socorro ou Fátima, através dos números: (84) 3223-4614 ou 8839-0314.
Maria também fez um apelo à Polícia Militar do Estado, para que, caso possua em seus arquivos alguma informação de seu pai, ex-policial, entre em contato.



Anna Jailma - jornalista e blogueira

Foto: DN Online

Nenhum comentário: