quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Testemunho de uma paraibana...

Recebi um testemunho da minha amiga e paraibana Cláudia Queirós, que conheceu de perto Antônio Ivo de Medeiros e compartilho suas palavras falando sobre o político que priorizava o bem comum e o médico que atendia incansavelmente, todos os pacientes; as vezes sem se alimentar, mas tinha a grandeza de atender a todos com serenidade e dedicação, sem perder o bom humor que era uma de suas características mais fortes.
No testemunho de Cláudia Queirós, é destacado o atendimento que Antônio Ivo dava a Soledade, PB.

“Falar de Antônio Ivo, para mim é falar de um ídolo de infância. Cresci, acompanhando aquele homem maduro e bonito que estava sempre na minha pequena Soledade (PB), visitando as casas dos mais simples, falando com todos da mesma forma serena, que o era peculiar; mandando remédio para uns, levando outros para cirurgiar, quer fosse em Santa Luzia, quer fosse em João Pessoa.
Outras tantas, quando clinicava na fundação médica da pequena Soledade, ouvíamos falar que durante algumas cirurgias, descontraia a fragilidade e receio dos seus pacientes, cantando hinos católicos, se isso agradasse seu paciente. As vezes até o paciente o acompanhava cantando e depois todos riam daquele momento.
Quando a charanga de Santa Luzia adentrava a Princesa do Cariri, era comum ver pessoas de todas as idades e classes sociais, saírem pelas ruas dizendo: " Biscoitão chegou!!!" E já era alívio para quem padecia de algum mal; parecia que metade dos problemas já tinham acabado, a cura já estava à caminho.
Saúde ou estética, ele sempre estava pronto a cuidar. A alegria de tantas mulheres da minha pequena cidade, foi vista nos olhos; a auto-estima feminina daquelas que não estavam bem com a estética ou muitas vezes com a saúde das suas mamas, foi devolvida. Elas não tinham condições financeiras, por ser um valor muito alto para submeter-se a uma cirurgia plástica, então, logo lembravam de “Biscoitão”, que faria de forma gratuita e eficaz.
Vi migrar para Soledade pessoas de todos os recantos do município para serem consultadas por ele e que saiam dali muitas vezes chorando de alegria por terem sido atendidos; depois de longas estadias em filas de espera em porta de hospitais.
Algumas vezes fiquei servindo de voluntária, recepcionando pessoas que seriam por ele consultadas ou atendidas de alguma forma. Era impressionante e encantador vê-lo passar horas atendendo, sem abuso. Ele soltava uma brincadeira entre uma queixa e outra, do seu paciente, e o paciente sorria com ele. Antônio Ivo passava muitas horas até sem alimentar-se, só tomando seu forte café e vez por outra o cigarro de sempre.
Vi em várias eleições, onde os candidatos estavam fazendo seus comícios, pedindo votos, Antônio Ivo passar a noite fazendo cirurgias e no dia da eleição, quando todos estavam correndo, “procurando voto”, ele chegar do fim de uma noite de várias cirurgias e se recostar nas cadeiras da sala da sua amiga Rosa Gouveia para tirar um “cochilo” porque estava muito cansado.
Eu passaria semanas e não conseguiria cessar a fonte de predicados do meu eterno Deputado.
Diz um hino católico: “ prova de amor maior não há , que doar a vida pelo irmão”.
Se assim o é, Ivo foi amor, porque deu toda sua vida e recobrou a vida muitos irmãos.
À ele, minha gratidão como paraibana, minha gratidão como soledadense, minha gratidão como cristã.
Tenho certeza que Deus o acolheu, suas virtudes, são abundantemente maiores que seus fracassos."
Cláudia de Medeiros Queirós*
* Cláudia é filha de Antônia Medeiros, conhecida como Toinha de Sérvula; e de Arnaldo Queirós, de Soledade PB.
Anna Jailma - jornalista e blogueira

3 comentários:

Adriana disse...

claudia realmente antonio ivo era tudo isso que vc comentou.uma pessoa muito boa,amigo,carismatico e muito mais so resta agora alenbraça de uma pessoa maravilhosa e muitas saudades.

rosa disse...

Graças a Deus , minha filha retratou tudo que significa ivo para nos soledadenses , era a unimed dos pobres, carismatico, bondoso , honesto, fiel aos amigos,impar, nunca vi ele triste, sempre brincalhão tanto fazia esta com 1 milhao no bolso como 1,00 a alegria era a mesma. com certeza Deus saberá perdoa-lo , prefiro ele nas caminhadas, nas visitas.

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Adriana, obrigada pela participação no blog e volte sempre.
Rosa Gouveia, é um prazer recebê-la no blog. Pena que trata-se de um assunto triste, como a partida de Antônio Ivo, mas, fico feliz de ter seu comentário aqui publicado, visto que também é uma pessoa que faz história na política da Paraíba; destacando-se pela sua integridade e honestidade, características raras na política nacional.
Grande abraço.