domingo, 18 de janeiro de 2009

Saudades nas calçadas...








Andei por aí a vagar
A observar as calçadas...
Calçadas que fazem sonhar
Calçadas do meu lugar
Senti saudade nos recantos
Senti um vazio aqui e acolá
Sumiram alguns encantos
Pessoas que não estão mais lá
Cadê Nimô, o poeta da gente,
Na cadeira a descansar?
E Felipe Nery, o regente,
Sereno a conversar?
Onde está Primo Ivo?
Na calçada não está...
Mas são imortais do lugar
Vivos na história, no lembrar...

(Saudades nas Calçadas - Anna Jailma)
Não tenho a pretensão de julgar-me poetisa. Não tenho conhecimento sobre métrica, portanto, que os poetas perdoem minha ousadia de "arriscar" na construção dos versos.
As palavras surgiram depois de um breve e cotidiano passeio; nas calçadas de São João do Sabugi, RN.


Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos: Anna Jailma

2 comentários:

Jackislandy e Silmara disse...

Demais as fotos das calçadas de São João, a São João dos meus encantos. Nelas você soube pouvilhar muito bem seus encantos de poetiza, que dispensa qualquer julgamento a respeito disso. Todavia, suas palavras são belas metáforas cheias de poesia, pois uma poesia inata que se escorre pelas imagens e experiências vividas. Que bom!!!!

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Jackislandy,
Você sim, é poeta por natureza, independente dos caminhos que segue.
Muito obrigada pela presença no blog e principalmente por construir belos versos quando fala da pequena São João do Sabugi.
"O bem que fazes aqui é seu advogado em toda parte"
Grande abraço, grande amigo.