quinta-feira, 2 de abril de 2009

Governo do Estado exclui aposentados das propostas feitas aos grevistas


O Governo do Estado aceitou pagar o piso nacional de 950 reais aos professores da categoria e concordou em antecipar as promoções verticais e horizontais.
Não saiu nada para funcionários e professores aposentados e também não foi atendida a solicitação de incorporação das gratificações, nem à reposição da inflação dos últimos três anos, calculada em 17%. O pedido de que fosse formada uma comissão para discutir o plano de cargos, salários e carreiras também não foi atendido.
O Secretário Estadual de Educação, Rui Pereira, estava apostando que a greve seria encerrada diante da nova proposta. Creio que também a governadora apostava no encerramento da greve, ainda nesta quinta-feira...mas os professores decidiram em assembléia que a greve na rede estadual de ensino continua.
Segundo a coordenadora do SINTE - Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Fátima Cardoso, faltou atendimento aos aposentados e a incorporação de gratificação aos funcionários de escola, então, a decisão foi pela continuação da greve.
Fátima acrescentou que a expectativa é de que o Governo do Estado avance nas propostas, principalmente em relação aos aposentados e aos funcionários de escolas.
Uma nova assembléia está marcada para a próxima segunda-feira, a partir das 14h.
Que vergonha, governadora! Deixar de beneficiar justamente os professores aposentados...É lamentável que logo aqueles que a ensinaram o "be-a-bá" fiquem de fora dos benefícios de suas propostas.


Anna Jailma - jornalista e blogueira
Foto: ilustrativa.

Nenhum comentário: