quarta-feira, 29 de abril de 2009

Mercado Público de Caicó, caiu nesta madrugada

Foto Kurtição - O histórico Mercado Público de Caicó
Foto: Marcos Dantas - O desabamento do Mercado


Passava da meia-noite, quando o vigilante José Wilson, da Construtora Progresso, empresa responsável pela reforma do Mercado Público, ouviu o barulho que anunciava o desabamento de boa parte da estrutura do Mercado.
O vigilante disse que em segundos, viu lajes e pilares caindo e até reconhece que, como estava sentado embaixo de uma das lajes, não morreu porque saiu correndo.
O Corpo de Bombeiros afirma que ainda existe risco de novos desabamentos, então as áreas próximas ao Mercado foram interditadas, e policiais do Distrito Rodoviário Estadual controlam o trânsito no local.
O acidente ocorreu no mesmo dia em que as obras de reforma do Mercado Público foram retomadas. Impasses entre a Construtora Progresso e a Prefeitura de Caicó, estacionaram as obras durante meses, e as obras teriam reiniciado ontem, depois de uma readequação do projeto original.
A previsão de finalização da obra, era para outubro; mas, agora, certamente vai precisar de novo levantamento de custos...
Na minha humilde opinião, não foram as chuvas que derrubaram o Mercado de Caicó, e sim a lentidão e o fato da obra do histórico Mercado Público ter ficado estacionada, durante meses, devido "impasses" entre a prefeitura e a construtora.
É lamentável. Parece que alguém, de grande e leal convivência com os seridoenses, morreu.

Anna Jailma - jornalista e blogueira, que adorava visitar o Mercado de Caicó
Fotos do desabamento e informações: Blog Marcos Dantas

4 comentários:

Moacy Cirne disse...

Estranho, muito estranho... Caiu ou "foi caído"?
Ah, sim, tem SJS no Balaio de hoje.

Um beijo.

Anônimo disse...

parabéns Anna, pelo comentário em relação ao nosso mercado. Não tem nada de humilde, vc falou com firmeza o que todos pensamos. Realmente os homens públicos não tem interesse na nossa cultura. Realmente morreu "alguem" muito célebre da nossa cidade... Dodora Medeiros

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Moacy e Dodora, obrigada pela presença no blog.
O mercado foi derrubado pela indiferença e pela falta de agilidade na resolução de 'impasses'. Como uma obra inicia sem a devida avaliação do projeto, precisando de readequações logo depois das obras iniciadas, gerando lentidão nas obras? Agora estamos diante de um desastre histórico.

Anônimo disse...

Ô de casa Anna, sou eu Geraldo Anízio de Caicó.

Comovo-me em saber que a minha irmã Geralda não consta na lista dos comerciantes que hão de receber um local no Mercado Público de Caicó.Ali, na parte central do Mercado, eu, juntamente com meu pai(Manoel Anízio proprietário do local) trabalhamos desde 1966 até a demolição dele.Agora tenho notícias de que Geralda não fora contemplada com o local dela. Gostaria de saber do nosso amigo Prefeito Bibi e justificar as causas pelas quais não foi entregue o seu estabelecimento legal. Fica aqui Anna o meu repúdio a toda essa desastrosa demolição de um patrimônio público em Caicó.
De Rondônia para caicó

Geraldo Anízio.