quinta-feira, 25 de junho de 2009

Poesia Popular - É Poeira do Sertão



Sois o sol que amanhece
Clareando a imensidão
Sois o orvalho nas plantas
Sois poeira do sertão

Sois uma fruta madura
Caindo em cima do chão
Sois o pássaro que pinica
Sois poeira do sertão


Sois pescador das enchentes
Pegando peixe com as mãos
Sois a ova da pescada
Sois poeira do sertão


Sois o livro do poeta
Folheando com as mãos
Sois batida de viola
Sois poeira do sertão


Sois trabalhador do campo
Dando lucro ao patrão
Sois um sertanejo forte
Sois poeira do sertão


Sois novato e antigo
Do tempo de Lampião
Sois história bem contada
Sois poeira do sertão


Sois o sol que escurece
Deixando sombra no chão
Sois sono de seriema
Sois poeira do sertão

É Poeira do Sertão - João Zacarias de Medeiros
1º Lugar na Poesia Popular do Concurso Poético Sabugiense 2009

Nenhum comentário: