quinta-feira, 25 de junho de 2009

XIII Concurso Poético Sabugiense


O Concurso Poético Sabugiense aconteceu pela primeira vez em 1985 através da “fome de poesia” de João Quintino Filho, Grinaura Morais e Maria Emília Medeiros, nos festejos do padroeiro São João Batista.
Desde 1999 o evento vem acontecendo todos os anos, sempre homenageando poetas e neste ano, o homenageado foi Israel Galvão, poeta repentista e violeiro.
No concurso são duas categorias: Poesia Popular e Poesia Moderna. Neste ano a Poesia Popular teve como vencedores João Zacarias de Medeiros, com a poesia “Sois Poeira do Sertão”, Carlos Antônio de Paiva Freitas, com “Criança Abandonada” e Davi José Cândido de Lima com a poesia “O São João em São João”.
A Poesia Moderna classificou Luiz Carlos de Medeiros, com a poesia “Eterno Sofrimento” e Geraldo Medeiros Pereira, com ”Encantos dos Namorados”.
Gostaria de fortalecer aqui no À Flor da Terra, a sugestão de João Quintino Filho, publicada em seu blog Sabugilândia, onde ele chama a atenção para o resumido número de participantes deste ano e sugere que um projeto seja desenvolvido para estimular, fazer brotar a poesia da terra sabugiense; inclusive, ele cita, como um dos passos para isso, a melhoria das instalações físicas da Biblioteca Pública Municipal “Francisco Quinino de Medeiros”e chama a atenção das autoridades do município para esta necessidade.
Destaco aqui que em Caicó, na Casa de Cultura Popular, professores e outras pessoas interessadas em poesia, fazem um curso de Literatura de Cordel. Uma iniciativa que pode ser “plantada” em qualquer solo fecundo para poesia.
A poesia pode ser levada a sala-de-aula como forma de multiplicar este patrimônio da nossa cultura, trazendo para nossas crianças e adolescentes este encanto da vida e este rico conhecimento que é a poesia, seja através da poesia popular, moderna ou contemporânea.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Foto - Anna Jailma

Nenhum comentário: