terça-feira, 1 de setembro de 2009

Mulher & Literatura - As homenageadas

Nos seminários que vão abordar a Mulher e a Literatura, na capital do Estado, nos próximos dias, as grandes homenageadas são dois nomes que estão interligados a toda mulher: Maria e Diva. Coincidência ou não, toda mulher é uma "Maria", ser universal, pleno de amor e ternura; e ao mesmo tempo, toda mulher é "Diva", é encantamento, magia, mistério e revelação.
As duas são poetisas, jornalistas, ensaistas, escritoras, premiadas, atuantes. São "mulher e literatura".
Diva Cunha é poetisa e ensaísta nascida em Natal, a 10 de dezembro de 1947. A par da atividade literária, vem realizando pesquisas na área de Mulher & Literatura. Atualmente, prepara tese de doutorado a ser defendida na Universidade de Barcelona, na Espanha.
Maria Teresa Horta é poetisa, ficcionista, ensaísta e jornalista, nascida em Lisboa, Portugal, em 20 de maio de 1937. Descendente de escritoras pioneiras, conta, pelo lado materno, com a poetisa Marquesa de Alorna; pelo paterno, com a romancista Teresa Margarida da Silva e Orta.
Maria Horta é colaboradora de diversos jornais e revistas portuguesas. É autora de inúmeros livros de poesia e recebeu, em 2004, das mãos do Presidente Jorge Sampaio, as insígnias de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, reconhecimento da República portuguesa pela sua atuação cívica e literária.
Em 2008, o prêmio Paridade entre mulheres e homens na Comunicação Social foi-lhe atribuído pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, da União Européia.
Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: