sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Desabafo - e não é a música de Roberto Carlos!


A Feira do Livro do Seridó acontece em Caicó e vem sendo bem visitada pela população, mas confesso que eu esperava uma presença maior do público.
A Feira do Livro é um evento grandioso, que oferece ampla mostra de livros, dos mais diversos estilos literários, dos mais variados escritores do país, de editoras conceituadas, capaz de agradar ‘gregos e troianos’, de todas as idades. Além disso, há oficinas no Pavilhão de Oficinas e apresentações culturais no Circo da Luz.
Em Natal o evento é um sucesso, fervilhando de visitantes, e em Mossoró não é diferente. Mas aqui no Seridó, ainda falta mais participação. O evento veio em pleno ‘feriadão’, funcionando quinta, sexta, sábado e domingo. Por que não visitar? Talvez porque “aviões” não vai tocar por lá?
E me pergunto: para onde estamos caminhando? Sinceramente, é decepcionante observar redações de grande parte dos nossos jovens e mais ainda aquelas “pérolas” do Enem ou de vestibulares que vez ou outra são divulgadas pela internet. E qual a causa disso? Justamente a falta de leitura, porque o estudante é o que lê.
Nas nossas cidades do Seridó os ônibus, as bestas e táxis são fretados aos montes para shows de bandas que não dizem absolutamente nada, que não transmitem conhecimento algum, que não despertam a mente, que não são capazes nem de “refletir”, muito menos de convidar à reflexão. E estas festas são caras, mas lotam.
Nossos jovens e adolescentes pagam o transporte, a entrada da festa, pagam caro para “beber, cair e levantar” e no outro dia se exibir no “orkut” dizendo “ bebi horrores”, “meninaaa, fikei bêba onti” ou ainda "nem vi quando cheguei em ksa onti"
Qual a vantagem disso? Qual o “glamour”? Sinceramente minha mente não consegue “alcançar” a resposta...
É lamentável, mas esta é a realidade que nos cerca. E sabe qual é a pior conclusão de tudo isso? É que os jovens e adolescentes que estão lá nas festas e bebedeiras, estão lá porque os pais, os adultos, os “seres pensantes” permitem, inclusive dão dinheiro para que eles participem. E no aniversário dos filhos nunca dão livros, nunca incentivam a leitura; aliás, acho que fazer os filhos dormirem ouvindo historinhas infantis ficou lá no “meu tempo”. Hoje em dia, eles adormecem assistindo DVD daquelas bandas ou vendo os programas de televisão que eu prefiro nem comentar...
Por isso que presenciamos a falta de interesse, de disponibilidade, de visão, para se perceber a importância de eventos como a Feira do Livro. O pior cego é aquele que não quer vê.
Desculpem o desabafo, mas esse sapo eu não agüento engolir.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Um comentário:

Anônimo disse...

Resolvi mudar o meu protesto contra essa ladainha da sucessão estadual, eu vou fazer um protesto com algo que tem a ver com essa ladainha da sucessão estadual. Eu vou sair correndo com um BALAIO DE GATOS na cabeça. Eu não quero mais saber desse negocio de correr com uma melancia na cabeça, acho que correr com um BALAIO DE GATOS na cabeça tem mais a ver com essa atual ladainha. Para isso, hoje, logo cedo, fui à feira e comprei um balaio, agora só faltam os gatos e gatas para eu encher o balaio e sair correndo pelas ruas da cidade. Gostaria de contar com a ajuda dos senhores leitores desse blog, ou seja, quem tiver gatos e gatas, que não queiram mais, me envie, por favor, para eu encher o balaio de gatos e sair em toda embalada pelas ruas, vai ser gato pra todo lado… pelas quilaridade…