segunda-feira, 26 de outubro de 2009

"Ó Minha Mãe, Senhora do Rosário..."



Prossegue em Caicó, a Festa do Rosário. Verdadeiros "heróis da resistência", os membros da Irmandade do Rosário, os negros do Rosário, dançam ao som de pífanos e tambores, fazendo ressurgir a cada ano uma história que atravessa mais de dois séculos.
Conforme dados da Diocese de Caicó, a irmandade foi confirmada em Caicó, pelo Rei de Portugal, em 27 de dezembro de 1773, na Matriz da Senhora Sant’Ana de Caicó.
Há quem diga que a Festa do Rosário de Caicó já foi tão grandiosa quanto a de Sant'Ana e que deixou de ser devido a queda na produção do algodão, que antigamente garantia grandes investimentos nos festejos.
O fato é que a festa pode ter sofrido suas dificuldades mas a história não morre. Em cada outubro, o som dos pífanos ressurge e o fato de presenciarmos jovens na Irmandade, dançando os passos dos avós e bisavós, faz crer que a festa continua viva, resistente, guerreira, exatamente como a raça negra sempre foi e continua sendo. E se o filho da terra que mora distante não vem a Caicó nesta época, como em julho; os filhos que em Caicó permanecem, se fazem presentes.
O Santuário do Rosário, a Mãe do Rosário está de braços abertos, á espera dos filhos seus.
Todas as noites, o Santuário acolhe os devotos de Maria, Mãe de Deus, para celebração das novenas e logo após, funciona o Pavilhão do Rosário com música ao vivo.
Pavilhão do Rosário nos dias seguintes:
Segunda, hoje: 26.10 Marcus Lima
Terça, 27.10 Mel Foster
Quarta, 28.10 Quinteto Caicó
Quinta, 29.10 S de Samba
Sexta, 30.10 Jantar do Rosário e animação de Bené & Teclados
Sábado, 31.10 Geraldão
Domingo, 01.11 Max e Banda
Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos: Márlio Forte

Nenhum comentário: