sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Do alto dos 20 e poucos anos

Remexendo por aí encontrei um texto da minha sobrinha Suely Nóbrega, filha de Vânia e Edson. Ela tem 25 anos, é historiadora, poetisa e adora escrever.
No texto "Brega?" que foi publicado no site Recanto das Letras - o site reúne escritores e poetas - Suely fala de uma época que aparentemente está bem longe de seus 20 e poucos anos, mas é exatamente o que ela busca no mundo ao seu redor. Quando escreveu o texto, em 2005, era estudante na UFPB, em Campina Grande, PB.
Anna Jailma - jornalista e blogueira.




"Que saudade de antigamente. Tempo em que roubar uma rosa do jardim do vizinho não parecia crime, e sim uma prova de amor!
Vontade de ter vivido no tempo em que as serenatas na janela eram uma constante...Em que os gestos valiam mais que as palavras.
Saudades do passeio na praça, das manhãs de primavera, dos beijinhos roubados ao pé da porta, com medo que o papai visse!
Tenho saudades sim!!! E não porque sou velha ou ultrapassada, mas porque sinto falta dos tempos em que "ser romântico" não queria dizer "ser brega"...
Hoje o tempo corre como um atleta em fim de maratona! E leva junto com ele, as pequenas coisas da vida, que aos nossos olhos parecem simples demais, mas que depois se mostram indispensáveis!
Quero andar de mãos dadas. Quero dividir aquele sorvete numa tarde quente. Quero pisar na grama com os pés descalços. Quero rir até a barriga doer. Quero chorar vendo filme. Quero fazer cosquinhas. Quero AMAR...
Amar como antigamante...E se isso parecer brega, então que seja! Quero ser brega... "

[Suely Nóbrega]

Nenhum comentário: