quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Carnaval de Caicó - analisando!


O Carnaval de Caicó cresce cada vez mais e surge a necessidade de mudanças urgentes para que o crescimento da folia não se torne um problema e a festa permaneça grandiosa, agradando os filhos da terra e visitantes.
O tenente Wanderley Bezerra, comandante do sub-grupamento do Corpo de Bombeiros, avaliou que nos blocos Treme-Treme e Bloco do Magão, a multidão somava 90 mil pessoas.
O Ala Ursa do Poço de Sant’Ana, conhecido como Bloco do Magão, é tradição no carnaval caicoense e sua existência é peça-chave para a grandeza do carnaval de Caicó. Ao som de marchinhas e frevos, Caicó transforma-se num mundo de fantasia, com adultos e crianças vestidos com a criatividade e o brilho da folia. Pelas ruas, no Bloco do Magão, vemos fadas, papangús, as tradicionais burrinhas, e tantos outros personagens do mundo mágico do carnaval.
Já o Treme-Treme que está no seu segundo ano, neste ano foi consolidado como grande bloco pelas ruas, conduzindo a multidão com dois trios e muito axé. Provou que veio para ficar.
As troças, do Caldo e do Ferreirinha, integram o carnaval de Caicó, sendo a Troça do Caldo na madrugada e a Troça do Ferreirinha a tarde; antes do Magão e Treme-Treme tomarem conta das ruas. A expectativa é que as troças possam crescer cada vez mais, lotando as ruas de foliões o dia inteiro. O folião que se prepare o ano inteiro para a folia de 24 horas todos os dias de carnaval!

Quando se fala em pontos a serem melhorados no carnaval de Caicó, são lembrados: o congestionamento no trânsito, a falta de iluminação no percurso dos blocos e necessidade de mais espaço na Ilha, além de mais banheiros químicos; não só na Ilha, mas, também no percurso dos blocos.
Não vou deixar de citar o abastecimento d´água da cidade. Neste carnaval, em algumas casas alugadas para turistas faltou água. As casas estavam com número de 10 a 25 pessoas. Se o problema se agravar, isso torna-se um ponto negativo porque falta d’água ‘não rima’ com casas lotadas em pleno carnaval...
E digo mais: o carnaval de Caicó merece atrações realmente carnavalescas na Ilha de Sant’Ana! Todo mundo gosta de forró, mas carnaval é samba, é axé, é frevo...Que venham bandas realmente carnavalescas com axé, frevos, marchas de carnaval!
Na Festa de Sant’Ana, Elba Ramalho já esteve em Caicó e no carnaval, por que não? O carnaval de Caicó é considerado pelos empresários e comerciantes da cidade como a maior festa, a que traz mais renda para a cidade. Então, que seja repensado e principalmente “planejado com antecedência”. Ninguém merece a indecisão de bandas. Grandes atrações podem – e devem – ser contratadas, a exemplo de Elba Ramalho e Alceu Valença.



Outro ponto: a Escola de Samba Unidos do Vila do Príncipe é um diferencial positivo em Caicó, no carnaval. Merece mais investimento e mais respeito. Neste ano a Escola de Samba desfilou no domingo de carnaval e vindo da Av. Seridó, já no cruzamento da Av. Coronel Martiniano, carros de som em alto volume impediam até mesmo os passistas de ouvirem a bateria. Sem falar que algumas pessoas atravessam a Escola como se ali nada estivesse acontecendo...
A Escola de Samba Unidos do Vila do Príncipe merece mais investimento do poder público para que possa crescer, mostrar cada vez mais o samba no Seridó. São idosos, jovens, adolescentes e crianças, profissionais da arte e da cultura, que criam enredo homenageando a cidade, criam adereços, fantasias, tudo com empenho, dedicação e sobretudo, amor a cidade e a Escola. Investimento e respeito é um direito deles.
Que o carnaval de Caicó seja cada vez melhor! Boa ressaca aos foliões!


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: