sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Júbilo no Jubileu


A Paróquia de São José, em Caicó, está em festa, comemorando o jubileu sacerdotal do Monsenhor Ausônio Tércio de Araújo. São 50 anos de sacerdócio, como servo de Deus e pastor do rebanho no Seridó
Na noite de ontem teve início o tríduo na Matriz de São José, que ocorre até o próximo sábado.
Hoje a celebração ocorre as 19h e amanhã, inicia mais cedo, as 18h30, sendo seguida de Missa e Sessão Solene no Centro Pastoral Dom Wagner.
O encerramento das festividades acontece domingo, com Missa em Ação de Graças, às 10h, na Matriz de São José e almoço de adesão, ao meio-dia, no Atlético Clube Corintians.
Monsenhor Tércio, ou simplesmente "Padre Tércio", como é carinhosamente conhecido por todos, é um sábio de coração. Na minha vida, em particular, ele está agregado as doces lembranças da época de estudante no CDS. Tive o privilégio de ser sua aluna nas disciplinas de História e Educação Artística no CDS, além de presenciar suas diversas ações como diretor daquele colégio.
Padre Tércio sempre foi um grande incentivador do senso crítico. Lembro-me que nas suas provas de História, a gente podia até mesmo consultar os livros, porque não se tratava de provas com perguntas óbvias e sim, questionamentos que nos levava a pensar, a sentir o assunto e sobretudo, a ter uma opinião própria. Com certeza devo a ele grande parte de meu interesse pela leitura, pela redação e sobretudo pela vontade de buscar conhecimento e de buscar ter senso crítico diante do mundo que nos cerca.
Enquanto fazíamos as provas, ele ficava com o terço entre as mãos; entre a oração e o olhar observador para cada um de nós. E se alguém ousasse colar, seus olhos azuis, fitando a cena, por baixo dos óculos, já faziam qualquer um desistir da ousadia. E nos dias de chamada oral? Era um alvoroço. O dedo dele rodopiava na "chamada" e de repente um de nós era convidado a ser o "gago do dia"...sim, porque o escolhido sempre ficava gago...[risos]
Se fosse para defini-lo numa só palavra, eu diria: "equilíbrio". Padre Tércio é uma pessoa rara, dessas que sabem dar conselhos, dar "puxão de orelha", ensinar com sabedoria, emocionar com simples palavras e arrancar risos; tudo com firmeza, com personalidade, com segurança. E certamente, esta segurança, este espírito de liderança, faz destes 50 anos um jubileu especial, por ter sido vivenciado por ele e pelo seu rebanho, com passos firmes pelas veredas da vida.
Padre Tércio, parabéns e muito obrigada pelos ensinamentos, pelo exemplo, por existir.


Anna Jailma - jornalista e blogueira, eterna aluna de Pe. Tércio.
Foto: Diego Vale.


Nenhum comentário: