sábado, 27 de novembro de 2010

Onde está o Rio que quero conhecer?


Foi um dia desses...eu tinha 7 anos e assistia aulas da 1ª série do Ensino Fundamental, na Escola Senador José Bernardo. Lembro-me que eu e Maxwel ficávamos atentos quando a professora, Dona Thadéa, carioca, nos falava sobre o Rio de Janeiro. E de tão encantados, todo mundo da sala se tornou fã da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis. Como eu e Maxwell éramos os mais entusiasmados, volta e meia a gente acabava brigando, disputando quem iria conhecer o Rio de Janeiro primeiro... Década de 80 e hoje, aquele Rio de Janeiro parece tão distante da nossa realidade...
O Cristo Redentor de braços abertos, nos lembra o povo carioca sentindo-se rendido, refém de uma ação desgovernada dos bandidos, que determinam quando as pessoas podem ou não voltar às suas casas; quando podem ir as escolas, quando podem abrir seus comércios... A mata tão encantadora, sempre verde, lembra que ali pode ser refúgio de traficantes. Ir ao pão de açucar pode de repente não ser um passeio tão doce como imaginamos um dia...é provável que o cenário não seja nada encantador.
Conversando na net com Suely Rocha, "Suely de Livinha", ela comentou a situação de Nilópolis, onde mora. Estão longe dos tiros, mas, convivendo com o clima de medo; imposto pelos traficantes. "Anna, graças à Deus que não é perto daqui. Apesar de que, aqui em Nilópolis, ontem a bandidagem mandou fechar o comércio. E tinha muita polícia na rua. Nos bairros vizinhos, é que está preocupante. E é aquilo... estamos todos como reféns, sem poder sair de casa. Fica com Deus!!!!! ".
E aqui, fico a imaginar onde está aquele Rio de Janeiro, cidade maravilhosa...E outro pesadelo começa a rondar: até quando teremos um Seridó diferente do Rio de Janeiro? Não temos guerras semelhantes as do Rio mas aqui as batalhas já começaram. Já temos lágrimas e sangue derramados no Seridó, movidos pelo tráfico. Já temos o medo de ficar nas calçadas e já nos sentimos reféns da ação dos bandidos.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: