sábado, 27 de novembro de 2010

Que raiz tem você?


Iniciou ontem e permanece até amanhã, dia 28, o II Encontro Norteriograndense de Genealogia, no Centro Pastoral Dom Wagner, aqui em Caicó. O encontro conta com palestras, mesas redondas, homenagens, e outros momentos que valorizam a genealogia das famílias seridoenses. No evento Dom José Adelino Dantas é homenageado pelo seu centenário e Monsenhor Tércio vai presidir a palestra sobre um século de Dom Adelino. Entre as homenagens está a poesia em cordel, de Abaeté do Cordel, realizado através de pesquisa de Maria do Ceo Costa.
Todas as família do Seridó são convidadas a integrarem o Encontro, conhecendo e trocando idéias sobre a árvore das famílias do Seridó.
Quem somos? De onde viemos? Estas interrogações fazem parte da nossa vivência, de nosso processo de auto-conhecimento, que é tão importante para nosso crescimento pessoal.
A Genealogia que estuda a origem e ramificações das família, proporciona o conhecimento sobre nossas raízes, nossa história de vida, a partir de nossos ancestrais. E como é bom 'estender' e entender este conceito de família. Como é bom ir além dos avós, tendo também conhecimento de quem foram nossos bisavós, e assim descobrir novos tios, novos primos, novas histórias que circundam a nossa própria história de vida.
Atualmente a valorização da família está se perdendo em meio a outros vagos e ocos conceitos. Grande parte dos nossos jovens não têm conhecimento de quem são seus bisavós ou mesmo os avós. Os laços vão com isso, sendo reduzidos e o conhecimento sobre a própria família parece ser algo sem importância. É preciso valorizar e estender a vontade de conhecer nossos laços, nossa família, principalmente a família seridoense; que na verdade é uma só árvore, frondosa e de bons frutos.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: