quarta-feira, 2 de março de 2011

Frevo, esse é o meu carnaval


Meu primeiro bloco carnavalesco foi o Pingo D’água. Na época acredito que minha idade era 8 ou 9 anos, e a música “as águas vão rolar...” movia os passos do bloco. Até 1995, já com 20 anos, participei de blocos carnavalescos, passando pelo Pingo D’Água na infância e depois pelo Pegando Fogo e Sassaricando.
O frevo e as marchinhas sempre predominaram no carnaval sabugiense e confesso que sempre tive orgulho em dizer que nosso carnaval tem ( ainda tem?) forte influência de Pernambuco, sendo movido principalmente pelo frevo.
Hoje o carnaval brasileiro tem nos seus ritmos o luxo e o lixo da música. Enquanto o frevo dividia espaço com o samba e o axé, ainda era possível se preservar a saúde dos tímpanos; mas, ultimamente é de fazer dó. Ainda ontem num baile de carnaval, em Caicó, uma jovem, ao ouvir Vassourinha, perguntou ao responsável pelas músicas: “não tem música de carnaval pra botar?” A indagação vale como alerta para todos nós. Onde vamos parar? Existe uma diferença entre adotar novos estilos e substituir estilos. Infelizmente o que vemos é uma substituição e isso provoca o desconhecimento na mente de nossos jovens; afinal, se não conhecem, como podem valorizar? Estão apagando o frevo e trocando pela swingueira e pelo forró elétrico – que na minha opinião nem devia ter nome de forró .
O que fazer para plantar a boa música na mente das pessoas? Partindo da idéia de que a arte imita a vida e vice-versa, se a gente adotar a idéia de ter que tocar o “som do momento” embora esse som seja uma “mer...”, então é justificável esta inversão de valores que vemos, quando nossos adolescentes e jovens vivem perdidos, pautando suas vidas no consumo de drogas, na embriaguez – porque acham legal dizer que beberam até cair e que nem lembram da festa – no sexo desenfreado, sem “essência”, só para provar que se é macho ou que não é virgem, e por fim, no total desconhecimento do que é bom ou ruim, certo ou errado, porque tudoooooo virou “normal”.


Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: