quinta-feira, 19 de maio de 2011

Gente que pensa, logo existe!



A professora Amanda Gurgel, é um orgulho potiguar. Ela desatou o 'nó' preso na garganta de todos que educam, neste país. Em audiência pública sobre a Educação no Rio Grande do Norte, Amanda Gurgel defendeu seus direitos - e todos que trabalham na Educação - com educação, usando argumentos lógicos e comprovados; sendo coerente, equilibrada, sensata.
Ela fez indagações corajosas e necessárias, mas nunca foi agressiva. É uma legítima professora, educadora. Amanda sim, deveria estar entre os nossos governantes, entre os nossos representantes políticos; que têm obrigação de defender nossos direitos, de criar leis, de trazer melhorias de vida...e falham nas suas obrigações.
A professora disse que, assim como as pessoas - deputados e secretários - apresentam muitos números quando falam sobre Educação, ela gostaria de também apresentar um número, um número composto por apenas 3 algarismos. Diferente dos apresentados na Casa Legislativa, esses números são um 9, um 3 e um 0, seu salário, isso por que ela tem nível superior com especialização. Depois indagou se os deputados conseguiriam viver e manter seu padrão de vida com esse salário, que não compra nem as roupas que eles usam para se apresentar na Câmara Legislativa.
Amanda apresentou fatos e argumentos fundamentados na verdade, na coerência. Seu protesto está espalhado em todo o mundo, em vídeo divulgado no Youtube, que arranca aplausos de quem assiste. Amanda é orgulho potiguar, porque é gente que pensa, e logo, existe!

Anna Jailma - jornalista e blogueira

4 comentários:

João Quintino disse...

Depoimento contundente e corajoso. Amanda Gurgel merece ser louvada pelo desabafo-denúncia. Abraço, Jailma!

Dalva Cândido disse...

Realmente a professora Amanda Gurgel falou tudo aquilo que estava preso na garganta de muitos professores. Principalmente fez menção a falta de respeito dos nossos governantes com essa categoria profissional que deveria ser mais valorizada e reconhecida. É uma vergonha que sequer o piso salarial da categoria seja respeitado. E o professor esquecido nas salas de aula com apenas giz e quadro e a sociedade esperando que ele faça milagres: dura realidade! Que país é esse?

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Grata pelas visitas ao blog. Torcemos agora para que as palavras de Amanda e de tantos outros educadores, não sejam jogadas ao vento e esquecidos, depois de sair da mídia nacional.

. disse...

Sensacional a fala da Profa. Amanda Gurgel.
Tudo que ela falou estava era desejo de muitos funcionários públicos do Brasil .... Mulher de palavra e de coragem ... São por essas pessoas que ainda vale a pena ser servidor público .... apesar do Governo não nos valorizar ...