segunda-feira, 13 de junho de 2011

ADEUS

Foto/Anna Jailma: "A morte é onde mora a saudade"
[Rubem Alves]

Erivaldo, faleceu hoje, aos 49 anos

Erivaldo e a esposa Angelina, compartilhando paz e alegria


Nos últimos dias, foram várias as partidas. Por diversas vezes, publicamos aqui no blog a partida de pessoas conhecidas, queridas na nossa convivência; e a maioria, partiu de forma brusca, inesperada.
É com tristeza que faço a postagem de mais uma partida inesperada: Trata-se do agente penitenciário Erivaldo, filho de Juvino. Ele sofreu grave acidente ontem e faleceu ao amanhecer desta segunda-feira, no Hospital Regional - SESP. O sepultamento será amanhã pela manhã, na cidade de Ipueira, RN.
Erivaldo é casado com a enfermeira Angelina Lucena, com quem construiu uma linda família, com três filhos: Kênio, Talita e Moisés. Juntos compartilhavam valores raros nos dias de hoje; como o respeito, o amor, a harmonia entre pais e filhos. Como são vizinhos de minha sogra Dalvaci, muitas vezes participamos das conversas sobre a alegria do casal, pelo interesse dos filhos pelos estudos; a preocupação de Erivaldo com o desenvolvimento de projetos sociais junto as penitenciárias; e principalmente, o amor e respeito mútuo que o casal nutria, a cada dia.
Acredito que união assim não se desfaz. O amor compartilhado entre Erivaldo, esposa e filhos, não é capaz de ser separado pela morte. A presença dele estará em cada nova conquista de seus filhos, em cada novo passo da vida de cada um: formatura, novos trabalhos, casamentos, nascimento dos filhos, que seriam seus netos.
Já dizia Graciliano Ramos "os bons não morrem, ficam encantados". É assim mesmo! Por diversas vezes vemos alguma paisagem e vem a lembrança de alguém que se foi, ou em outros momentos, de muita alegria, sentimos com emoção a sensação de ter aquela pessoa perto. Não acredito que seja mera impressão. Creio que Deus conceda aos bons a possibilidade de estar perto dos que amam."Os bons não morrem, ficam encantados" e tornam-se anjos, nos protegendo ao lado de Deus.
Que Deus conceda força a esposa e filhos de Erivaldo, bem como, aos demais familiares e amigos. Que Deus dê paz a cada um e amenize o sofrimento, com a certeza de que Erivaldo está em paz.

Nossas condolências.

Anna Jailma - jornalista e blogueira.
Fotos - albúm de família

2 comentários:

Anônimo disse...

Grande homem. Cristão exemplar. Amigo e irmão.
QUE SUA ALMA SANTA ESTEJA COM JESUS, MARIA E JOSÉ!!!
Abraços,
Urbano Medeiros e família
(MINAS GERAIS)

Dalva Cândido disse...

Apresento condolências a família enlutada por tão grande e irreparável perda. Que a família encontre força na lembrança dos bons momentos vividos aqui na terra porque Erivaldo apenas retornou a casa paterna...
"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;" (Eclesiastes, 3, 1-2) e "E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo." (João, 8, 23).

Um abraço a toda família.