quinta-feira, 29 de setembro de 2011

NOTÍCIAS DE BRASÍLIA

Deputado Reguffe: abriu mão de 2 milhões e 300 mil reais que estavam a sua disposição como deputado.

Em Brasília, DF, o federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), que foi proporcionalmente o mais bem votado do país com 266 mil 465 votos, reduziu por vontade própria mais de 2 milhões de reais em gastos. Abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem (14° e 15° salários), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito, de 25 para apenas 9. E tudo em caráter irrevogável, de forma que, mesmo que ele queira, não pode voltar atrás na decisão. Também reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Dos 23 mil e 30 reais a que teria direito por mês, reduziu para 4 mil e 600 reais. Segundo os ofícios, abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia, também em caráter irrevogável.
Sozinho, o deputado José Antonio Reguffe, vai economizar aos cofres públicos mais de 2 milhões e 300 mil reais, nos 4 anos de mandato. O deputado declarou: “A tese que defendo e que pratico é a de que um mandato parlamentar pode ser de qualidade custando bem menos para o contribuinte do que custa hoje. Esses gastos excessivos são um desrespeito ao contribuinte. Estou fazendo a minha parte e honrando o compromisso que assumi com meus eleitores”, afirmou em discurso no plenário.
Nesse dar gosto de votar. Pena que não é do Rio Grande do Norte.

Anna Jailma - jornalista e blogueira
Foto - Divulgação

2 comentários:

Dalva Cândido-Natal/RN disse...

Com certeza Anna Jailma, pena que não seja mesmo do Rio Grande do Norte, mas já fico com maior esperança de que esta atitude seja formentada em mais deputados. Por enquanto, fico feliz em ver que nesse país ainda existe político assim... Um abraço.

Anônimo disse...

Até que se prove o contrário, esse parlamentar vive “para política” e não “da política”. É de dar admiração mesmo. Pena que não está tendo a repercussão merecida. Para a ‘mídia hipócrita’ esse tipo de iniciativa não daria ibope. Louvável a atitude do deputado. Seria bom se a moda pegasse nas demais esferas.
Parabéns pela matéria. Isso é a verdadeira matéria que ajuda no crescimento intelectual das pessoas, em especial, os nobres eleitores