quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Isto é Brasil

DENTISTAS FALSOS - Em Belém, no Pará, policiais da Divisão de Investigações de Operações Especiais prenderam ontem dois homens, por exercício ilegal da Odontologia.Conforme informações da Polícia Civil, um dos homens tem 61 anos e atuava no bairro Tenoné, distrito de Icoaraci. Já o outro tem 27 anos e atuava no bairro de Terra Firme, em Belém.
O falso dentista que tem 61 anos disse que realmente não é dentista e que possui o vírus da Aids, HIV. O outro disse que fazia próteses dentárias, mas nenhum dos dois tem licença para exercer a profissão.
Depois de denúncia feita pelo Conselho Regional de Odontologia, houve averiguação do fato e prisão dos homens. Pacientes denunciaram a falta de higiene e disseram que os homens não usavam luvas ou máscaras. Além disso o jaleco usado por eles era sujo, os instrumentos enferrujados e as paredes dos supostos consultórios estavam com infiltração, mofadas.

ADOLESCENTES - No Brasil, os adolescentes estão cada vez mais pobres e expostos a violência. A informação vem do relatório da Situação da Adolescência Brasileira do Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF e foi divulgado hoje; dia 30 de novembro.
Os dados afirmam que dos 21 milhões de adolescentes brasileiros, com idade de 12 a 17 anos, quase 8 milhões vivem em famílias com renda inferior a meio salário mínimo per capita por mês, e quase 4 milhões vivem em famílias com até 1/4 do salário mínimo per capita por mês; que corresponde a 136,25 reais.
O dado mais preocupante é sobre as taxas de homicídio: o homicídio é a principal causa de morte dos adolescentes, entre os 12 e 17 anos de idade. Conforme os últimos dados do relatório, são 11 assassinatos de adolescentes - por dia - no Brasil. A cada 100 mil adolescentes, 43,2 deles morrem por homicídio.

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: