segunda-feira, 26 de março de 2012

Partida

Lica
* 1933 +2012


Nos 70 anos de Catequese da Diocese de Caicó

Com Pe. Janilson Alves de Oliveira

Com catequistas de Caicó RN - Ir. Maria de Jesus e Cláudia Queirós

Com Pe. Everaldo Lucena

Com Monsenhor Antenor

Com o prefeito Bibi Costa e o Bispo Dom Manoel Delson

Com Monsenhor Tércio

Partiu hoje para a Casa do Pai, a catequista Maria Francisca de Jesus - "Lica de Jesus", também conhecida como Lica Mateus, que atualmente residia em Parnamirim, próximo a Natal; na casa de uma sobrinha. Solteira, Lica tinha uma filha adotiva - Eva Neide - que há décadas reside no Estado de São Paulo e nunca mais retornou a São João do Sabugi, RN.
Lica contava com 79 anos, recém completados neste mês de março. Seu sepultamento será em São João do Sabugi, mas ainda não houve divulgação de horário. É provável que seja realizado somente amanhã, visto que, o corpo ainda irá ser transportado de Parnamirim à São João.
Neste ano de 2012, Lica completou 70 anos de catequista, tendo iniciado com 9 anos de idade, auxiliando a catequista Dudu Fernandes. Em Parnamirim, mesmo com saúde debilitada, transmitia lições do catecismo a sua sobrinha-neta, e comentava com os que a visitavam, que seu maior desejo era reunir crianças naquela cidade para catequizar. Vale destacar que no ano de 2009, ela foi homenageada pela Diocese de Caicó; em evento que reuniu catequistas do Seridó. Na ocasião, ela foi homenageada pelos 67 anos de catequista.
Lica faz parte da história de São João do Sabugi, marcando as páginas do Catecismo, da Cruzada Eucarística, do Prejovem, dos anjos de maio e principalmente, dos cânticos de todos os dias. A voz de Lica era inconfundível e impossível de não ser notada, em qualquer cântico; sendo elogiada por maestros e sacerdotes. Ela também dedicou anos de sua vida, aos cuidados com a Casa Paroquial de São João do Sabugi e participava de associações religiosas como Legião de Maria e Apostolado da Oração.
Lica fica eternizada nas músicas mais tradicionais, que são cantadas na Igreja Matriz de São João Batista; em especial nos cânticos de maio - cantados em latim - sobretudo no seu cântico preferido: "Ave Maristella".
Que ela siga em paz. O céu, certamente, está em festa.

Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos - arquivo da Paróquia de São João Batista

4 comentários:

Anônimo disse...

parabéns a todos (á flor da terra),
prefeitura municipal de ilha comprida (sp) publica o hino da padroeira ,de ilha comprida (sp) é (nossa senhora imaculada conceição aparecida), que ela proteja a todos.

Zildete Pereira de Araújo disse...

Lica Mateus, grande catequista! Fui catequizada por ela, fiz parte da visita ao Santíssimo, fui do Coral Santa Cecília (época em que o mês de maio era cantado em Latim), em um dos passeios organizados por ela, subimos a Serra do Mulungu, fomos a um passeio no Açude Santo Antônio (no Sítio de D. Josefa Marinheiro) onde o padre João Agripino também foi e neste bendito passeio ele me ensinou a boiar. A última vez que a visitei foi em junho de 2011, ela já estava adoentada, mas fez aquela alegria. Que Deus lhe cubra de bençãos!

Zildete Pereira de Araújo disse...

Lica de Jesus, grande catequista! Quando criança fiz parte de seu aprendizado. Fiz catecismo, participei da visita ao sacrário, fui cantora do Coral Santa Cecília (no tempo da Ladainha em Latim), fui anjo , ajudei na arrumação de várias Lapinhas, em de seus passeios subi a Serra do Mulungu. Estive com ela em junho/2011, ela disse que já estava perto de viajar, espero que Deus lembre-se do seu grande trabalho humano e religioso e a cubra de Graças.

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Zildete muito obrigada pelo comentário, que tão bem descreve a emoção dos que um dia receberam as lições de Lica.