sexta-feira, 27 de abril de 2012

Cá entre nós - Falando sobre Humor

Em 2008, o ator Wagner Moura publicou uma carta sobre o Programa Pânico na TV. Agora a carta ganhou as páginas do Facebook. A carta do ator leva a vários questionamentos sobre o papel da TV na vida das pessoas: Até que ponto "aquilo" é humor? E principalmente, até que ponto o telespectador é capaz de gostar, e até preferir, presenciar humilhações, chateações, "bullying" e achar tudo bacana, "bem humorado"? Será que sabemos usar o poder de controlar a TV, já que temos um controle remoto nas mãos pra mudar de canal? Ou será que somos nós, os controlados?
Navegando por aí, encontrei o blog do conceituado filósofo paulista Paulo Ghiraldelli Jr. que em seu blog www.ghiraldelli.pro.br publicou sobre o assunto, "Ainda há os que não sabem ver TV". Eu diria, que trata-se de uma verdadeira defesa do Programa Pânico. O filósofo diz que  "Artistas, políticos, jogadores de futebol etc., precisam da fama para viver. E a fama tem esse preço. O preço de passar por situações difíceis? Não!  O preço de ter de passar por tudo, de forma escancarada, uma vez que a fama pede mais fama ainda, por meio da fofoca e da invasão de uma privacidade que já foi perdida."  Ele ainda acrescenta: "O fato do brasileiro comum não conseguir entender isso é ficar com dó de certas celebridades, quando elas são postas na berlinda, como foi o caso do Wagner Moura com o Pânico, em 2008, é até bom. Mostra nossa boa índole. Mas, quando essas pessoas que gostam do Wagner Moura – e eu sou uma delas – começam a se agrupar no facebook (o ocorrido com Wagner, em 2008, andou repercutindo agora no Facebook, por conta de republicação do seu manifesto) para cobrar apoio a tais celebridades, aí dá para perceber que elas ainda vivem num mundo pré-Gutemberg. Nem a imprensa chegou nelas ainda. TV e mídias eletrônicas? Nem pensar. Elas usam, mas não as entenderam"...e acrescenta: " Agora, o problema me parece ser que a baixa escolaridade do brasileiro e, enfim, a escolaridade capenga, tem feito nosso povo não entender certos mecanismos simples do mundo moderno..."
E agora vem o X da questão: Qual é sua postura diante disso? O Pânico é humor? O que Wagner Moura e outros artistas vivenciam no Pânico é somente o preço da fama? Fama exige que o artista "passe por tudo, de forma escancarada"? O que você pensa disso? E se fosse você, o artista que conquistou espaço, que ganhou fama pelo seu trabalho, à passar por situações como essa? De que forma você iria encarar?

Anna Jailma - jornalista e blogueira ( que não ri com Pânico, nem com Mução)





Segue abaixo, trechos da carta do ator Wagner Moura, sobre Pânico na TV:


“Quando estava saindo da cerimônia de entrega do prêmio APCA, há duas semanas em São Paulo, fui abordado por um rapaz meio abobalhado. Ele disse que me amava, chegou a me dar um beijo no rosto e pediu uma entrevista para seu programa de TV no interior. Mesmo estando com o táxi de porta aberta me esperando, achei que seria rude sair andando e negar a entrevista, que de alguma forma poderia ajudar o cara, sei lá, eu sou da época da gentileza, do muito obrigado e do por favor, acredito no ser humano e ainda sou canceriano e baiano, ou seja, um babaca total. Ele me perguntou uma ou duas bobagens, e eu respondi, quando, de repente, apareceu outro apresentador do programa com a mão melecada de gel, passou na minha cabeça e ficou olhando para a câmera rindo. Foi tão surreal que no começo eu não acreditei, depois fui percebendo que estava fazendo parte de um programa de TV, desses que sacaneiam as pessoas. Na hora eu pensei, como qualquer homem que sofre uma agressão, em enfiar a porrada no garoto, mas imediatamente entendi que era isso mesmo que ele queria, e aí bateu uma profunda tristeza com a condição humana, e tudo que consegui foi suspirar algo tipo “que coisa horrível” (o horror, o horror), virar as costas e entrar no carro. Mesmo assim fui perseguido por eles. Não satisfeito, o rapaz abriu a porta do táxi depois que eu entrei, eu tentei fechar de novo, e ele colocou a perna, uma coisa horrorosa, violenta mesmo. Tive vontade de dizer: cara, cê tá louco, me respeita, eu sou um pai de família! Mas fiquei quieto, tipo assalto, em que reagir é pior.
O táxi foi embora. No caminho, eu pensava no fundo do poço em que chegamos. Meu Deus, será que alguém realmente acha que jogar meleca nos outros é engraçado? Qual será o próximo passo? Tacar cocô nas pessoas? Atingir os incautos com pedaços de pau para o deleite sorridente do telespectador?
... O que vai na cabeça de um sujeito que tem como profissão jogar meleca nos outros? É a espetacularização da babaquice. Amigos, a mediocridade é amiga da barbárie! E a coisa tá feia.
Digo isso com a consciência de quem nunca jogou o jogo bobo da celebridade. Não sou celebridade de nada, sou ator. Entendo que apareço na TV das pessoas e gosto quando alguém vem dizer que curte meu trabalho, assim como deve gostar o jornalista, o médico ou o carpinteiro que ouve um elogio. Gosto de ser conhecido pelo que faço, mas não suporto falta de educação. O preço da fama? Não engulo essa. Tive pai e mãe. Tinham pais esses paparazzi que mataram a princesa Diana? É jornalismo isso? Aliás, dá para ter respeito por um sujeito que fica escondido atrás de uma árvore para fotografar uma criança no parquinho? Dois deles perseguiram uma amiga atriz, grávida de oito meses, por dois quarteirões. Ela passou mal, e os caras continuaram fotografando. Perseguir uma grávida? Ah, mas tá reclamando de quê? Não é famoso? Então agüenta! O que que é isso, gente? 
... Existe, sim, gente que tem outros valores, como meus amigos do MHuD (Movimento Humanos Direitos), que estão preocupados é em combater o trabalho escravo, a prostituição infantil, a violência agrária, os grandes latifúndios, o aquecimento global e a corrupção. Fazer algo de útil com essa vida efêmera, sem nunca abrir mão do bom humor. Há, sim, gente que pensa diferente. E exigimos, no mínimo, não sermos melecados..."

domingo, 22 de abril de 2012

Cascar Mineração irá investir em Mina de Ouro de Currais Novos


Pioneira na mineração e beneficiamento de ouro em escala industrial na região do Seridó, a empresa de mineração Crusader do Brasil, assina um protocolo de intenções com o Governo do Estado do RN, nesta segunda-feira, 23, às 9h, na Governadoria. A Crusader Resources é uma empresa de capital australiano que iniciou suas atividades no Brasil em 2004.  Através de sua subsidiária Cascar Mineração ela fará um investimento da ordem de R$ 400 milhões neste trabalho de exploração, o que deverá gerar 320 empregos diretos e 1.500 indiretos.
A exploração do minério de Currais Novos começou em 1920, através de garimpos. Agora, com a Crusader, será iniciado o Projeto Borborema, que transformará a mina de ouro de Currais Novos em uma das maiores do Brasil. Com o incremento da arrecadação e o crescimento social e urbano provocados pelo projeto, a perspectiva é que a região Seridó transforme-se novamente num pólo de desenvolvimento.
Toda a operação é feita de maneira sustentável dentro dos padrões internacionais. A Crusader atua em parceria com o governo, sempre visando a minimização de impactos ambientais. Além disso, a mineradora respeita a cultura e tradição das comunidades onde atua. Contrata o maior número possível de funcionários nas comunidades locais, investe em treinamento e capacitação, além de atuar ativamente em iniciativas para melhorar a qualidade da vida da população em geral. Atualmente a multinacional conta com um portfólio de alvarás de pesquisa que cobrem uma área da ordem de 3.500 Km².

Fonte: Marcos Dantas

Postagem: Anna Jailma - jornalista e blogueira

50 Anos da AABB Caicó: Super Oara, churrasco e campeonato esportivo


A diretoria da Associação Atlética Banco do Brasil, através do presidente Roberto Faria e do vice-presidente, João Morais, recebeu nesta noite de quarta-feira, 18, a imprensa de Caicó para apresentar sua programação dos 50 anos da AABB Caicó. Estava presente também o gerente do Banco do Brasil de Caicó, Robson Barbosa.
Na oportunidade o diretor da AABB, Roberto Faria, disse que um dos principais feitos da associação nestas cinco décadas é a sua integração com a sociedade: “estamos retomando a credibilidade da AABB em todo o seridó. O nosso clube é aberto a todos os que desejarem fazer parte dele e, além dos funcionários ativos e aposentados do Banco do Brasil poderem usufruir da AABB, temos o sócio-comunitário que tem os mesmos direitos”, afirmou o presidente.
A AABB Caicó possui um complexo de quadras de esporte, piscinas e por ultimo construiu duas quadras de tênis de saibro, feita de uma mistura de areia, pedra e argila e de cor alaranjada. A mesma que é utilizada no famoso torneio de Roland Garros. Tudo isso está a disposição dos sócios.
Para comemorar os 50 anos, a associação desenvolverá uma eclética programação durante todo o ano de 2012.
Começa agora, no dia 30 de abril, véspera de feriado do dia do trabalho, quando promoverá um grande baile de bodas com a renomada banda Super Oara, no seu clube social. O evento será com aquisição de mesas. “Não há uma exigência de traje, mas pelo tom da festa as pessoas são convidadas a trazer sua elegância”descontraiu João Morais quando foi perguntado sobre o traje da festa.
No dia 1º. de maio acontecerá uma bênção ecumênica nas instalações do clube e em seguida será um churrasco de adesão pelos 50 anos da AABB: “será um grande encontro de quem é e de quem não é funcionário do Banco do Brasil”, afirmou o presidente Roberto Faria. Ele adiantou também que em junho acontecerá um campeonato esportivo na entidade: “terá de sinuca e futebol de salão”, adiantou. Roberto disse também que em julho lançará a programação do segundo semestre do ano de jubileu da AABB Caicó.

Assessoria de Imprensa da AABB/Suerda Medeiros
Foto: AABB

Postagem: Anna Jailma - jornalista e blogueira

Cerro Corá abre inscrições para área da Educação


A Prefeitura de Cerro Corá abre inscrições na próxima segunda-feira (23) para o processo seletivo 001/2012, destinado ao provimento de um Profissional Formador para o Programa Brasil Alfabetizado (PBA). A oportunidade é para atuar com a Formação Inicial dos alfabetizadores e coordenadores de turmas do PBA entre os dias 14 e 18 do mês de maio, com carga de 40h. De acordo com informações que constam no edital, a remuneração terá variação conforme a titulação do aprovado, R$ 2.600,00 (graduação), R$ 3.300,00 (especialização), R$ 3.900,00 (mestrado) e/ou R$ 4.600,00 (doutorado).
Os interessados deverão se inscrever na Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (rua Gracindo Deitado, nº. 258, Centro) das 7h às 13h e apresentar comprovação de contrato; Curriculum; declaração de que não possui vínculo empregatício com órgãos da administração pública; comprovante de experiência, de no mínimo dois anos em atividades profissionais; comprovante de experiência com alfabetização de jovens e adultos, de no mínimo 12 meses; diploma de graduação na área de licenciatura em Educação; original e cópia do RG e CPF; comprovante de residência; original e cópia de certificado de conclusão de cursos de pós-graduação, mestrado e/ou doutorado na área.

Fonte: Marcos Dantas

Postagem: Anna Jailma - jornalista e blogueira

Presidente da Câmara de Caicó participa de reunião com ministro da Integração sobre seca no RN


O presidente da Câmara de Caicó, Leleu Fontes (PSB), participou nesta quarta-feira (18) da reunião da bancada federal do RN com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em Brasília. A governadora Rosalba Ciarlini também esteve presente.
No encontro foi apresentada uma série de reivindicações para os municípios potiguares, que estão enfrentando um longo período de seca. O ministro Bezerra Coelho recebeu os pedidos e agendou novos encontros para a próxima semana.
Para Leleu, o encontro foi importante para que o governo federal tome conhecimento dos problemas que existem nas diversas cidades do estado. “No caso de Caicó, a Câmara já apresentou uma carta de intenções ao governo do estado pedindo a assinatura das ordens de serviço para construção das adutoras nas comunidades rurais, abastecimento com carros-pipas em algumas áreas, perfuração de poços artesianos e liberação de recursos oriundos do Governo Federal, para a recuperação dos açudes foram destruídos no ano passado”, salientou o presidente.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Caicó/ Alexandre Costa

Postagem: Anna Jailma - jornalista e blogueira

sexta-feira, 13 de abril de 2012

NOTÍCIAS DE BRASÍLIA: STF decide que aborto de feto anencéfalo não é crime

Após dois dias de debate, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem, dia 12, que grávidas de fetos sem cérebro podem optar por interromper a gestação com assistência médica. Por 8 votos a 2, os ministros definiram que o aborto em caso de anencefalia não é crime. Alegam que no caso do anencéfalo, não existe vida possível. Um dos ministros do Supremo, Marco Aurélio Mello, relator da ação, afirmou que " o feto anencéfalo é biologicamente vivo, por ser formado por células vivas, e juridicamente morto, não gozando de proteção estatal". Ele ainda considerou que "o anencéfalo jamais se tornará uma pessoa. Em síntese, não se cuida de vida em potencial, mas de morte segura. Anencefalia é incompatível com a vida”, disse o relator.
Ao final do julgamento, uma manifestante se exaltou e os ministros deixaram o plenário enquanto ela gritava: "Eu tenho vergonha. Hoje para mim foi rasgada a Carta Magna. Se ela não protege os indefesos, que dirá a nós", disse Maria Angélica de Oliveira Farias, advogada.
O voto do ministro Marco Aurélio foi acompanhado pelos ministros Ayres Britto, Luiz Fux, Joaquim Barbosa, Rosa Weber, Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Celso de Mello. Ricardo Lewandowski e Cezar Peluso, presidente da corte, foram contra. Conforme médicos ouvidos na audiência pública realizada pelo STF em 2008, a gravidez de feto sem cérebro pode provocar uma série de complicações à saúde da mãe, como pressão arterial alta, risco de perda do útero e, em casos extremos, a morte da mulher. Por isso, ministros afirmaram que impedir a mulher de interromper a gravidez nesses casos seria comparável a uma tortura.
Apenas dois ministros votaram contra a liberação do aborto - Ricardo Lewandowski e o presidente do STF, Cezar Peluso. O Presidente do Supremo, Peluso, afirmou que "o doente de qualquer idade, em estágio terminal, também sofre por seu estado mórbido e também causa sofrimento a muitas pessoas, parentes ou não, mas não pode por isso ser executado nem é licito receber ajuda para dar cabo à própria vida”. Ele acrescentou que “o feto portador de anencefalia tem vida”.


Anna Jailma - jornalista e blogueira
Com informações do G1 e Yahoo

Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes terá 10 dias, em Caicó


Na manhã de ontem, dia 12, houve reunião no Centro Administrativo de Caicó; onde foram tomadas as decisões iniciais sobre a Programação da Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
CREAS, SETHAS, CRAS, Conselho Tutelar, PETI, Projovem Adolescente, Polícia Militar, Bombeiros Mirins e Promotoria da Infância e Juventude, compareceram a reunião com seus respectivos representantes; onde houve junção de ideias para a programação da campanha. Foi definido que neste ano, a Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes irá ocorrer por 10 dias, de 8 de maio à 18 de maio, culminando com Marcha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual, pelas principais ruas de Caicó.
A programação inclui encontros e mobilizações em escolas municipais, estaduais e privadas, a fim de abordar o tema em todo município; conscientizando toda a população.
Vale destacar que dia 08 de maio, haverá abertura oficial da Campanha, com distribuição da programação as entidades, meios de comunicação e instituições públicas e privadas integradas ao objetivo de combate ao abuso e exploração sexual da criança e adolescente.

"Abuso e Exploração Sexual da Criança e Adolescente: se você não denuncia, protege o agressor. DISQUE 100"

Anna Jailma - jornalista e blogueira