segunda-feira, 28 de maio de 2012

PARTIDA - Joaquim Úrsula


Joaquim de Assis Úrsula
*10/11/1939 - +27/05/2012

Ontem, 27 de maio, às 18h, partiu de nosso convívio Joaquim de Assis Úrsula, que contava com 72 anos de idade. Hoje houve celebração na Morada da Paz em Natal, RN, que contou com participação de autoridades políticas do Estado; e no final da tarde de hoje, acontece Missa de Corpo Presente e sepultamento, em São João do Sabugi, RN.  Ele estava internado na Policlínica em Natal, e uma parada cardiorrespiratória encerrou sua trajetória na vida terrena, deixando saudade mesclada a várias lembranças de outrora. 
Para muitos, a lembrança mais forte é a do político, que tinha como forte característica o dom da oratória, com fortes expressões e vasto vocabulário. Ele acompanhou Aluízio Alves por várias campanhas políticas e marcou a história da política no Rio Grande do Norte, quando perdeu a eleição por um voto, para prefeito em São João do Sabugi, em 1968. Posteriormente chegou a ser suplente de deputado estadual e foi assessor de Aluízio Alves quando o mesmo foi ministro de Minas e Energia, em Brasília DF. Trabalhou em Brasília como odontólogo e também residiu em Goiânia e Anápolis, no Estado do Goiás. 
Mas Joaquim Úrsula era, sobretudo, um dedicado pai de família. Lembro-me que mesmo quando os filhos - cinco filhas e um filho - ainda eram bem crianças, era comum ele estar sempre com todos os filhos ao redor; seja em conversa na casa de amigos, em festas na praça pública ou em comícios. 
Outra forte característica de tio Joaquim, era o dom de ouvir. Ele gostava de conversar sobre notícias atuais e principalmente sobre a política no RN, mas ouvia os menos experientes com a mesma atenção que ouvia as autoridades políticas. Estava atento as notícias na televisão, em jornais impressos e na internet. Era um homem que gostava de viver, de ler, de se manter informado, de fazer parte do "Senadinho" no Natal Shopping; onde se reunia com amigos para comentar os fatos mais atuais do Brasil.Vai deixar saudades em muitos recantos.
Tio Joaquim deixa a família do Quixeré com um enorme sentimento de perda. Dos treze filhos de João Úrsula e Francisca Catarina, restam cinco. Nos despedimos hoje com boas recordações dos momentos vividos, das conversas compartilhadas, onde ele sempre parecia ter pesquisado sobre tudo; porque tinha um leque de informações sobre qualquer assunto e sentimos a saudade dos risos em momentos de descontração ( onde a risada mais educada era a dele, porque todos nós temos a mania de ri alto...).
Não posso deixar de frisar que se existe vida no plano superior - e eu acredito que exista - certamente hoje é um dia de muita alegria para meu pai, João Ursulino: seu irmão preferido está chegando...

Com saudade,
Anna Jailma - jornalista e blogueira

4 comentários:

Anônimo disse...

GRANDE HOMEM. MINHA PRECE. E ATÉ O CÉU!!!!!
URBANO MEDEIROS

Unknown disse...

Que grande perda!Nosso querido tio, Joaquim Úrsula- Didí, eu o conheci muito bem, desde a infância, não é porque morreu, o amava muuuuuuuuuuuito; o visitei ano passado na casa dele em Natal e depois disso, nos falamos no telefone várias vezes...ele era muito querido não só pela família de certa forma era "a voz de São João", pelo longo e rico histórico de bom exemplo em sua trajetória, enaltecendo o sabujiense onde quer que estivesse...certa vez vi uma foto dele e postei um comentário o considerando umas das pessoas mais inteligente que já conheci, não desprezando as outras, é claro, mas tinha uma oralidade incrível uma educação incontestável, mas em fim, quem sabe um dia ainda o ouviremos conforme Jeová Deus promete, vamos esperar... grande abraço aos filho(as), esposa e demais familiares e amigos, bjos, grande abraço...Estamos todos enlutados, independente de onde estamos!!!!!!!!!

ANNA JAILMA - annajailma@yahoo.com.br disse...

Obrigada a todos. Abraço.

Andrea Úrsula disse...

Meu amado Pai deixou lembranças maravilhosas e uma saudade sem limites...
Descanse em paz meu Pai Herói!