segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Espetáculo Paraibuco: folclore, dança, poesia e sonhos de menino

Em 18 de agosto, na cidade de Campina Grande PB, a Semana de Cultura Popular do Teatro Municipal Severino Cabral, terá na sua abertura o espetáculo Paraibuco, realizado pelo Grupo de Dança Caetés, que tem a direção geral dos Professores Rosilene Gorgônio e Fláuber Gorgônio. O espetáculo conta com a participação especial da Companhia de Teatro Pinote.
Paraibuco é uma gostosa concepção do universo cultural, das tradições e danças que permeiam o imaginário popular da Paraíba e de Pernambuco, onde o personagem principal é o menino Pipita, que sonha em ser vaqueiro.
No espetáculo, a irregularidade da fronteira entre os Estados é acentuada, gerando uma faixa territorial de interseção imaginária na qual é formada a Nação Paraibuco. É nesse território, no alto sertão da Paraíba, que vive Pipita, um menino que sonha em ser um vaqueiro, correr pelo mundo até chegar no mar. Pipita torna-se um rapaz e conhece Zé Poeta, um cordelista que anda de cidade em cidade, de feira em feira vendendo sua arte. Ele vê no poeta a oportunidade de sair do sertão e conhecer o mar. E nesta viagem Pipita vai conhecendo a cultura popular nas cidades que vai passando em diferentes meses do ano. O menino que, inicialmente queria conhecer o mar, conhece muito mais. Conhece sua própria cultura. Torna-se homem. Senhor da sua cidadania. " Paraibuco é, essencialmente, um espetáculo de dança folclórica e a participação de atores só enriquecem a narrativa e geram um fio condutor para a história, valorizando o evento", destaca Fláuber Gorgônio.




CAETÉS - O Grupo de Danças Caetés, que no início era apenas grupo colegial, foi fundado no ano de 1991 pelos professores Rosilene Gorgônio e Fláuber Gorgônio. O objetivo era oportunizar a prática e o conhecimento das danças da cultura popular brasileira aos jovens dançarinos e dançarinas. Já no primeiro ano de existência, o Grupo Caetés passou a praticar também as danças de salão.
Na atualidade, o Grupo mantém esses dois campos de interesse (dança folclórica e dança de salão) e deixou de ser apenas uma prática escolar passando a figurar em eventos de várias cidades. As participações em ações do Festival de Inverno de Campina Grande, nos palcos do Maior São João do Mundo e Festivais de Dança credenciam o Caetés para qualquer apresentação onde se requeira profissionalismo, e comprometimento técnico com a dança. Contatos: (83) 8852-2747

Do blog À Flor da Terra: Percebe-se que o universo do espetáculo é também uma homenagem ao inesquecível Epitácio Gorgônio - Pipita - pai de Fláuber. Pipita era um eterno menino, que misturava nas suas histórias as vivências de vaqueiro, de sertanejo forte, do sertão e das terras frias da Serra da Borborema; morando em Campina Grande, PB, e sempre viajando para o Jataí, e para terras de Pernambuco. E de cada lugar sempre trazia na bagagem novas histórias e novos risos, colhidos nos dias da viagem. Saudade grande de Pipita. Vontade grande de assistir o espetáculo. Fláuber é mesmo grandioso: só ele pra levar Pipita ao palco! Já estou aplaudindo, desde já!

Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos - Divulgação

 

Nenhum comentário: