quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Falando sobre dengue

Em São João do Sabugi RN, está havendo um considerável número de pessoas com dengue. Não foi divulgado um número oficial, mas na cidade diversas pessoas afirmam que tiveram exame confirmado em laboratório. No Hospital Kival Gorgônio é grande a quantidade de pessoas com o mesmo sintoma: febre alta, dor no corpo, alguns com vômito e até com coceira, seguida de pintinhas ou manchas vermelhas na pele; que costumam aparecer depois de 5 dias dos primeiros sintomas. 
São várias as pessoas, que afirmam terem sido acometidas dos sintomas duas vezes. Algumas com sintomas idênticos, ou diferenciando em alguns aspectos.
No facebook, pessoas da cidade demonstram preocupação com o fato.  Defendo que está na hora de fazer um mutirão na cidade; com equipe da saúde visitando residências, orientando sobre a dengue e verificando as casas, para verificar possíveis focos do mosquito e combater imediatamente. 
Por questão de hábito, ocorre de algumas pessoas insistirem em acumular água em balde, ou mesmo 'esquecem' bacia com água que usou na louça, ou ainda um pouco d'água que ficou na pia...Ou ainda há quem fique despreocupado com a caixa d'água deixando para cobrir 'depois' e o dia de lavar e cobrir devidamente nunca chega. 
Não se pode ficar achando que é normal ter muitos casos de dengue na cidade, porque em outras cidades têm ou não... Independente de outros lugares, não podemos cruzar os braços diante de um fato desses. O Rio de Janeiro é uma capital gigantesca, uma das maiores do país, e sofreu para combater a dengue. Muitos morreram lá. Não podemos deixar que o pior aconteça em nossa cidade. O carro fumacê deve ser acionado. É para este tipo de combate que existe carro fumacê. Um combate urgente tem que ser feito e com a união de todos: equipe de saúde, poder executivo, vereadores, professores, estudantes, pessoas que trabalham com a comunicação, população em geral. Todos podem e devem informar, fiscalizar, combater! O mosquito tem que ser combatido e já!
Não podemos continuar na ilusão de pensar, que tendo médico para atender o doente, tudo fica resolvido. O médico faz o que está ao alcance dele naquele momento, para o doente ficar curado, mas o médico não impede do mosquito picar novamente. E dengue mata!
Uma campanha com agentes de saúde e de agentes de endemias visitando as residências em mutirão, com remédio de combate ao mosquito, para intensificar o uso nas residências, e carro fumacê, imagino que pode ser feita sem muita burocracia, mediante a epidemia na cidade.
Evite água parada! Combata a dengue! Oriente seu vizinho, seu amigo, sua família. Faça sua parte! 

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: