quinta-feira, 21 de março de 2013

Adeus, Emílio Santiago





Faleceu ontem, no Rio de Janeiro, RJ, o cantor Emílio Santiago; uma referência quando trata-se de grandes intérpretes da Música Popular Brasileira - MPB. 
Depois de dois velórios, o corpo do cantor  Emílio Santiago foi sepultado, por volta do meio-dia desta quinta-feira (21), no Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária do Rio. O artista morreu aos 66 anos, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), depois de 13 dias internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. O corpo de Emílio foi colocado ao lado da sepultura de sua mãe, no jazigo da família.
Antes do sepultamento, fãs, amigos e parentes fizeram um segundo velório, que durou cerca de uma hora, na capela do cemitério. No local foi colocado um telão, que exibiu fotos do cantor. Ao final da cerimônia, o público bateu palmas, cantou hinos religiosos e a canção de maior sucesso do artista, "Saigon".
Mais cedo, foi realizada uma missa na Câmara de Vereadores, onde o corpo foi velado por dois dias. Na manhã desta quinta, o padre Jorge André, da Igreja Nossa Senhora da Conceição Imaculada, celebrou uma missa e destacou que a voz do cantor só perdia para a de Cauby Peixoto e que o palco era sua vida.


Postagem: Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fonte G1 Notícias
Foto: Divulgação

Nenhum comentário: