terça-feira, 14 de janeiro de 2014

NOTAS

 Em dezembro, todas as residências marcam a espera do Menino Jesus. Luzes, sinos, árvores natalinas, papai noel e nas casas dos católicos, não pode faltar o presépio. Registro aqui um dos presépios mais belos deste dezembro: Presépio em barro, entre cactus, na residência de Dercílio Morais, em São João do Sabugi, RN. Belíssimo.
A ornamentação natalina, em São João do Sabugi, RN, trouxe em dezembro de 2013, os Reis Magos luminosos no Largo Ana de Souza, na entrada da cidade; o Presépio em garrafa pet e a Árvore de Natal cobertos de luzes, além de estrelas e outros adereços luminosos, na Praça Antônio Quintino de Araújo. A Prefeitura Municipal também permaneceu com decoração natalina em dezembro.  Parabéns aos idealizadores e a Prefeitura Municipal pela realização.
Na Igreja Matriz de São João Batista, a tradicional Lapinha idealizada por Romualdo Queiróz, trouxe a manjedoura com o Menino Deus, no alto da montanha, rodeada por lagos, pequenas casas, árvores luminosas e ainda a residência do temido Rei Herodes - que não apareceu na foto.

P.S Gravei vídeo com decoração da Praça e da Lapinha na Igreja Matriz, mas infelizmente não foi compatível com o computador que estou usando no momento.



FELIZ ANO NOVO!
Anna Jailma - jornalista e blogueira



Adeus, Moacy Cirne

Foto - João Maria Alves: Moacy Cirne





O olhar inquieto, atento e profundo de Moacy Cirne, adormeceu.  Faleceu em Natal, RN, no último sábado, dia 11, e foi sepultado em Caicó, RN, o  poeta, escritor, professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro, considerado por muitos como um dos maiores estudiosos do cinema e das histórias em quadrinhos do Brasil.
Moacy Cirne, de São José do Seridó, RN, era um intelectual múltiplo, com incansável sede de estudar, analisar e aprofundar-se no mundo da arte e cultura, além de ter uma grande preocupação social. Com um jeito simples, de autêntico seridoense, cativou amizades pelo Brasil inteiro e permanece eternizado nas suas obras literárias. Entre seus livros estão: Uma Introdução Política aos Quadrinhos, Para Ler os Quadrinhos, e recentemente lançado “Seridó Seridós”, com várias crônicas sobre os encantos do Seridó.
Me sinto lisonjeada em ter recebido suas visitas e comentários, por várias vezes, neste blog À Flor da Terra. Moacy gostava de comentar sobre poesias e notícias do Seridó, sobretudo quando tratava-se de notícias que abordavam questões culturais. O conheci pessoalmente durante uma Feira do Livro, em Caicó, RN. Siga em paz, grande Moacy Cirne.


Anna Jailma - jornalista e blogueira