sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Movimento Artistas na Gestão Cultural ganha apoio da população em Caicó




Ontem, quinta-feira, dia 26,o Centro Cultural Adjuto Dias, espaço cultural de Caicó, RN, recebeu um abraço de artistas e da população em geral. Este ato integra as mobilizações do Movimento “Artistas na Gestão Cultural” de Caicó, que reivindica uma gestão participativa à frente do Centro Cultural Adjuto Dias.
Uma fan page foi criada em rede social, onde até as 15h35 de hoje, dia 27, contava com 1.098 integrantes. Mais de 20 representantes de instituições da sociedade civil organizada, compareceram ao Círculo Operário dia 24, onde houve criação de comissão para representar o Movimento dos Artistas. E a partir disso, outras ações acontecem, reivindicando um posicionamento favorável aos artistas por parte do Governo do Estado.
No fim da tarde de ontem, os artistas da música, do teatro, da poesia, da arte plástica e de tantas outras modalidades artísticas, se viram apoiados e acompanhados por pessoas que apoiam as suas reivindicações e que não somente “curtiram” o Movimento em fan page de rede social, mas também decidiram ir as ruas mostrar que integram as mobilizações junto aos artistas da terra. Eles saíram da Casa de Cultura até o Centro Cultural onde abraçaram aquele templo de cultura e fizeram uma simbólica lavagem da calçada do teatro, protestando o fato da reivindicação dos artistas ainda não ter sido atendida pelo Governo do Estado.
É importante frisar que o nome do presidente da Associação União do Sobrado – Ponto de Cultura – Alexandre Muniz, foi indicado pelos artistas de Caicó, para permanecer á frente do Centro Cultural e o diretor da Fundação José Augusto, Rodrigo Bico, “abraçou a causa” e indicou o nome sugerido. A classe artística foi surpreendida com notícia veiculada em blog de Caicó, onde foi anunciado que o cargo seria mantido sem mudança de nomes na gestão, em decorrência de indicação política de vereador da cidade. A partir disso surgiram as mobilizações, em prol da gestão participativa dos artistas, à frente do Centro Cultural Adjuto Dias.
Mas a luta dos artistas pelo Centro Cultural não é de hoje. O Centro Cultural existe em Caicó porque os artistas foram as ruas e coletaram assinaturas – mais de 3 mil! – reivindicando este espaço para Caicó e região. O espaço é grandioso e diversos trabalhos podem – e devem – ser desenvolvidos naquele teatro.
A mente destes artistas transborda de ideias para criação de projetos, inclusive, a Associação União do Sobrado – Ponto de Cultura – que tem como presidente Alexandre Muniz, acabou de assinar o contrato junto ao SESC RN referente a aprovação de projetos de artes cênicas junto ao SESC RN. Eles passam a integrar Circuito SESC da Arte Cênica Potiguar e do Palco Giratório, viajando por todo o país, divulgando a cultura da terra.   

Anna Jailma - jornalista e blogueira



Nenhum comentário: