quinta-feira, 19 de março de 2015

Assessoria Jurídica orienta empresários sobre ações judiciais referente a prejuízos no apagão






Na noite de ontem, houve reunião na Casa do Empresário de Caicó, onde a assessora jurídica advogada Marliete Dantas, esclareceu sobre ações judiciais que podem ser promovidas pelas empresas que foram prejudicadas pelo apagão ocorrido dia 10 de março, em Caicó. 
Também será solicitado a COSERN informações sobre as condições técnicas da subestação de Caicó e se estas condições podem ou não deixar estas empresas em risco de vivenciarem um novo apagão.
No dia 10, a energia elétrica foi interrompida por 17 horas e muitas empresas foram prejudicadas de diversas formas. Conforme a advogada, os empresários foram orientados sobre como proceder com a ação judicial e necessidade de produzir provas, mostrando quanto deixou de faturar em decorrência do apagão. Para demonstrar isso, será preciso que comparativos sejam apresentados, entre o faturamento no dia do apagão e o dos dias anteriores. 

Foto: Referência Assessoria

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: