terça-feira, 28 de abril de 2015

Caicó ganha projeto que permite agente de endemias averiguar casas fechadas



A solução para o problema é encontrada depois de ser diagnosticado qual o principal motivador de tal dificuldade. Em Caicó, RN, foi identificado que mais de 1.800 imóveis permanecem fechados e por este motivo, não recebiam visita dos agentes de endemias, favorecendo a dengue na cidade.

Foto Eduardo Dantas
Diante disso, o vereador Robson Araújo - Batata - foi autor da Lei Municipal 4.720/2014, aprovada por unanimidade, e já sancionada pelo prefeito Roberto Germano, que autoriza a visita de agentes de endemias em imóveis fechados ou sem habitação. O objetivo é garantir o controle e combate ao mosquito transmissor da dengue e chikungunya.

Os agentes iniciaram o trabalho já na manhã desta terça-feira, começando em imóvel do bairro Walfredo Gurgel; onde foi levado o chaveiro, presença de familiar do proprietário da casa, e enfim, realizado devido tratamento na caixa d’água. Na casa visitada foi confirmado focos de dengue no ralo do banheiro e na caixa, como já estava previsto.

Para haver a entrada dos agentes, é preciso que haja coleta de depoimentos dos vizinhos, testemunhas da intervenção dos agentes, fotografia desta entrada, acompanhamento do coordenador da área, e apoio da Polícia Militar. 

E complementando o trabalho, é feito relatório sobre a situação do imóvel, registro de bens, relato de como tiveram acesso, bem como, resultado da busca pelo mosquito transmissor da dengue e ainda quais as medidas de prevenção que foram realizadas.

Em Caicó percebe-se muitos imóveis fechados. Geralmente os proprietários passam a morar na capital ou outra cidade do país e a residência permanece fechada, abrindo somente em Festa de Sant’Ana ou Carnaval, quando os familiares vêm visitar a terra. 

Seria interessante que todos estes proprietários fossem convocados à lacrarem suas caixas, para evitarem tal proliferação do mosquito da muriçoca e da chikungunya.

Parabéns ao vereador Batata pela iniciativa. O povo caicoense agradece. 

Anna Jailma - jornalista e blogueira

sábado, 25 de abril de 2015

Movimento de Mulheres do Seridó define comissão em luta pelo Hospital da Mulher



Ontem, dia 24, o Movimento de Mulheres do Seridó em Luta pelo Hospital da Mulher realizou sua primeira reunião com instituições e sociedade civil organizada, reunindo diversas instituições de Caicó e profissionais dos mais diferentes âmbitos.

Na ocasião, todos os presentes se pronunciaram diante da necessidade de se ter um Hospital da Mulher em Caicó, viabilizando assim melhor estrutura hospitalar e melhor atendimento a mulher do Seridó, inclusive obtendo projetos que são viabilizados para hospitais públicos como a Rede Cegonha.

Em fan page do Movimento de Mulheres do Seridó em rede social, foi noticiado que “todas as pessoas falaram da importância desta luta para Caicó, para a região do Seridó tendo em vista o descaso que há por parte do poder público para com a saúde materno/infantil e nas diversas fases da vida da mulher”  

A morte de mulheres e/ou crianças na hora do parto tem sido a motivação pela luta por um hospital de estrutura hospitalar, que garante o direito a vida. Além disso, são muitos os casos de crianças que nascem com sequelas decorrentes do parto, algumas com sequelas até neurológicas. 

Da reunião, houve a composição de uma comissão que irá se reunir na próxima segunda-feira, com finalidade de elaborar a I Jornada de Luta pela Saúde da Mulher, que terá sua culminância dia 28 de maio, data que é Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Nacional contra a Mortalidade Materna.

Estão integradas ao Movimento Mulheres do Seridó, as seguintes instituições: Associação da Empregadas Domésticas, Movimento Artístico, Associação dos Pastores e Obreiros Evangélicos do Seridó, Cáritas Diocesanas, 10ª DIRED, OAB, SindSaúde, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Instituto de Desenvolvimento Econômico Social e Ambiental, Conselho Popular da Mulher, Conselho Municipal da Mulher, Coletivo LGBT Borboletas da UFRN (em fase de formação), além de muitos professores, agentes de saúde, funcionários do Sindicato dos Bancários, e uma significativa representação de funcionárias públicas.

Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos - Movimento de Mulheres do Seridó

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Programa Seridó Cultura fala de Turismo no Seridó




Neste domingo o entrevistado do Programa Seridó Cultura é Fransualdo Azevedo, professor do Departamento de Geografia da UFRN, com experiência docente em Economia, Geografia e Turismo.

Fransualdo lançou o livro Desenvolvimento Regional e Potencial Turístico do Seridó e vamos falar sobre qual o potencial de nossa região, onde estão os nossos pontos turísticos, de que forma o povo seridoense pode ser empreendedor no turismo, o que falta para termos turismo o ano inteiro no Seridó, de forma próspera...

O Programa Seridó Cultura está no ar domingo, a partir das 17h.

Anna Jailma - jornalista e blogueira 
Foto - divulgação

Circo, Oficina de Teatro e Praça da Arte são os primeiros projetos colocados em prática no Teatro de Caicó





Desde a última sexta-feira temos espetáculo em Caicó. O Circo do palhaço Facilita está no estacionamento do Centro Cultural Adjuto Dias, com espetáculos a partir das 21h, com preço único de 5 reais.

Em parceria com o teatro de Caicó, o Circo de Facilita também será palco para oficinas de teatro para crianças e adolescentes com idade de 9 a 15 anos, que serão desenvolvidas dentro do circo com Alexandre Muniz.

Também irá acontecer na parte externa do teatro, uma programação mensal e gratuita para a família seridoense, com apresentações da bonecaria, arte circense, rodas de capoeira e grupo de cordelistas. 

“Vamos transformar o Centro Cultural Adjuto Dias em uma das maiores praças de eventos culturais do RN. Artistas recheados de ideias compartilham seus sonhos... Juntos, vamos tornar realidade! Teremos uma programação mensal voltada para à família: ‘A Praça da Arte’”, destacou Alexandre, diretor.

São os artistas de Caicó unidos em prol de mais cultura popular. 
 
Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos - divulgação


Até 9 de maio tem mais dança em Natal



Coordenado por Diana Fontes e promoção da Natal Cultural, o Encontro Internacional de Dança Contemporânea 2015 começou nesta sexta-feira, 24, com espetáculos, oficinas, intervenções e debates gratuitos até o dia 9 de maio, em Natal. 

Companhias da Coreia do Sul, Brasil, Israel, Holanda, Hungria e dos Estados Unidos serão algumas a ministrarem oficinas na edição 2015. O Teatro Alberto Maranhão (TAM) e o Parque das Dunas são alguns dos espaços cativos para receber dançarinos de todo o mundo, além de Praças Públicas.

Anna Jailma