terça-feira, 7 de julho de 2015

Revista Bateia







Dia 24 de junho houve o lançamento da Revista Bateia, no Almoço de São João Batista, na Praça Antônio Quintino de Araújo.

Lançar uma revista em São João do Sabugi era um sonho meu,  pessoal e antigo, tendo como foco a cultura local. Dentro dos vários caminhos que compõem o Jornalismo, o caminho da escrita sempre foi – e acredito que sempre será – o que mais me fascina.  Então, assim surge a Bateia – instrumento usado pelo garimpeiro no ato de obter o minério valioso, excluindo o cascalho no seu manuseio diário.

Nas páginas da Revista Bateia trouxemos a Mina Quixeré, o Memorial Monsenhor João Agripino Dantas, o Largo Ana de Souza, os Irmãos Músicos, o artesão Zebu, e outros assuntos que marcam nossa cultura.

A matéria de capa da Revista Bateia aborda as festas, os causos, a Educação, dentro da Mina Quixeré que teve seu destaque nos anos 40. Também enfocamos o hoje, o que permanece, quem vive e como vive no Quixeré. 

Não houve um aprofundamento no trabalho do garimpo porque foi priorizado os aspectos da cultura popular e portanto, o foco maior dentro do contexto da mina foi na forma de festejar datas comemorativas, na forma de buscar o conhecimento através das aulas no barracão, e também destacar os últimos anos.

Destacamos que o Quixeré permanece vivo, tendo outras formas de sobrevivência, sem muitos dos que viveram na época da exploração de minério, mas, vivo, nos que permanecem; na história recontada de geração à geração e na sobrevivência por outros meios, embora, na sua terra a sheelita ainda seja notória.

Realizar a Revista Bateia, junto a Agência Referência Comunicação – que foi distribuída gratuitamente a população – é gratificante! 
Agradeço a cada “garimpeiro” que comigo apostou nesta realização, e aqui destaco os colaboradores das páginas Homenagem dos Sabugienses e os anunciantes: Prefeitura Municipal de São João do Sabugi, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Loja Jucle, Loja Luz e Elegância, Linha de Transportes Chico Tour, Consultório de Odontologia Renan Cabral, FLACAME, Seridó Pneus, Ethos MultiMarcas, e Rádio Seridó AM.


Também agradeço aos que com a Bateia nas mãos, sorri, chora e vive nossa história e nossa cultura. Vamos batear!

Anna Jailma - jornalista e blogueira
Fotos - cedidas

2 comentários:

Anônimo disse...

TRABALHO MARAVILHOSO. PARABÉNS! NOSSA TERRA MERECE. ANNINHA É UM FENÔMENO.
BEIJOS
URBANO MEDEIROS E REGINA E FILHOS E NETOS

F Catarina disse...

Hum, que bom!!!!!!!!!!!!!Ainda não li o conteúdo, mas pela capa dá para fazer uma ideia da importância do lançamento dessa revista pelo que representa... garimpando não mais o minério, apesar de ainda existir, mas a história dos seus propriamente dita...Parabéns prima, valeu!