quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Da Serra ao Seridó é sucesso no Sul do país

Da Serra ao Seridó está hoje na Feira das Cidades
em Canoas RS


O jornalista e cineasta Fernando Leão,
em noite de lançamento em Lages SC
Vale registrar o sucesso que é o Seridó. O documentário Da Serra ao Seridó – do cineasta Fernando Leão, mostra as peculiaridades da serra de Santa Catarina e da região Seridó, aqui no RN. O filme é legendado em português BR, inglês e espanhol, e hoje está estreando no Instituto Federal do Rio Grande do Sul – IFRS, no Campus Canoas, durante a Feira das Cidades, evento que oferece oficinas e outras atividades aos participantes.

Recentemente houve visita do cineasta Fernando Leão ao Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC Palhoça, onde houve doação de DVDs de Da Serra ao Seridó para as bibliotecas de outros Institutos Federais como o IF Brasília - Campus Gama, São Sebastião, Taguatinga e Riacho Fundo; IFC Reitoria (Blumenau), Sombrio e Santa Rosa; e para Joinville, via Projeto Surdo para Surdo, além do próprio IFSC Palhoça.


O documentário vem recebendo o devido reconhecimento. Ainda nesta semana, o renomado escritor pernambucano, residente em Santa Catarina, Hélio Jorge Cordeiro, declarou sobre Da Serra ao Seridó, em sua rede social: 

...Os personagens que povoam os lugares parecem saídos de uma grande caixa mágica, que consegue minimizar os sofrimentos e as angústias das vidas que levam, transformando-os em prazeroso desejo de viver. A lida com a natureza, os faz continuar persistentes, em ambos os ambientes, Serra e Seridó, revelando toda a sua humanidade, na vivência de um tempo presente que continua sendo, simultaneamente, o ontem e o amanhã. Da Serra ao Seridó, é um exemplo de como se deve fazer cinema documental, interferindo o mínimo no ambiente estudado. ..” destacou.

Houve lançamento do documentário no ano passado na região Seridó, e o DVD vem sendo reconhecido pela grandeza do conteúdo, em especial pela emoção transmitida pelo olhar do cineasta Fernando Leão através das entrevistas, paisagens, risos e lágrimas, de povos tão iguais; embora, distantes geograficamente.

Anna Jailma - jornalista e blogueira

Nenhum comentário: